Topo

Entretenimento

Kate Spade sofria de transtorno bipolar, diz irmã à imprensa

06/06/2018 14h37

Nova York, 6 jun (EFE).- A estilista americana Kate Spade, que foi encontrada morta na terça-feira em sua residência em Nova York, sofria de transtorno bipolar, segundo revelou sua irmã Reta Saffo à imprensa americana nesta quarta-feira.

"Não recebeu o cuidado adequado pelo que acredito que se tratasse (e tentei várias vezes ajudá-la a se tratar) de um transtorno bipolar", expressou Saffo, dois anos mais velha, ao canal "NBC 4", em entrevista na qual disse que a estilista não esperava a "imensa fama" que colheu e nem estava "preparada" para isso.

Além disso, disse ao "The Kansas Local Star" que a morte de sua irmã não foi "inesperada" e opinou que "todo o estresse e pressão de sua marca" de moda podem ter "acionado um lado pelo qual, com o tempo, ficou totalmente maníaco-depressiva".

No entanto, fontes ligadas à família de Spade disseram hoje à revista "People" que seus parentes estão "indignados e entristecidos" porque Saffo, "que está há mais de 10 anos distante" deles, "quer aparecer com comentários infundados".

"Suas declarações pintam um retrato de alguém que não a conhecia", disseram essas fontes, que qualificaram a estilista de "amável, generosa, divertida e extremamente discreta".

Spade, de 55 anos, foi encontrada pela empregada com um cachecol amarrado no pescoço em sua residência de Manhattan, onde deixou um bilhete na qual, segundo versões, pede à sua filha que não se sinta culpada pelo ocorrido, que lhe ama profundamente e que tire as dúvidas com seu pai.

De acordo com a polícia local, o conteúdo da nota, o estado do apartamento e os comentários das testemunhas apontam para um "aparente suicídio", embora não tenha sido divulgado o resultado da autópsia.

Fontes policiais disseram que o motivo do suicídio poderia ser "problemas familiares" em sua "relação" de casal, e outros veículos de imprensa especializados em entretenimento apontam que o marido da estilista, Andy Spade, estava à procura de um apartamento.

Segundo versões, Frances Beatrix, de 13 anos e filha do casal, estava na escola durante os fatos.

Graduada em jornalismo, Spade começou sua carreiranos anos 80 na revista "Mademoiselle" em Manhattan, onde foi editora de moda e acessórios, e mais adiante, em 1993, fundou junto ao marido a marca Kate Spade New York.

Facebook Messenger

Receba as principais notícias do dia. É de graça!

Mais Entretenimento