Topo

Entretenimento

Filósofo Michael J. Sandel vence Prêmio Princesa de Ciências Sociais

30/05/2018 09h55

Oviedo (Espanha), 30 mai (EFE).- O filósofo americano Michael J. Sandel recebeu nesta quarta-feira o Prêmio Princesa das Astúrias de Ciências Sociais 2018.

Sandel, que nasceu no estado de Minnesota, é professor de filosofia política na Universidade de Harvard. Ele concorreu com mais 34 candidatos de 16 países.

O estudioso criou o curso "Justice" e o sucesso da disciplina fez com que a universidade decidisse gravar o conteúdo e oferecê-lo na internet, se transformando assim no primeiro curso de Harvard disponibilizado de forma gratuita da história. Em 2016, Sandel esteve no Brasil e atualmente o curso também é oferecido em português.

Representante da teoria comunitarista, uma corrente que surgiu no final do século XX e critica o individualismo exacerbado, Sandel conseguiu levar essa reflexão a um grande público colocando questões éticas em debates abertos nos quais promove o diálogo.

O júri do Prêmio Princesa das Astúrias de Ciências Sociais destacou o seu trabalho "exemplar" sobre os fundamento normativos da democracia liberal e a sua defesa das virtudes públicas e do pluralismo de concepções do bem na sociedade. Conforme o texto, o filósofo americano é um dos maiores intelectuais contemporâneos que, além de sua visão pública da Justiça, destaca-se pela crítica dos excessos da lógica do mercado e por promover o debate para solucionar os principais dilemas morais.

Este foi o sexto prêmio a ser entregue nesta edição dos prêmios após os concedidos a Martin Scorsese (Artes), Alma Guillermoprieto (Comunicação e Humanidades), Amref Health Africa (Cooperação Internacional), Reinhold Messner e Krzysztof Wielicki (Esportes) e Fred Vargas (Letras).

Casa um dos oito Prêmios Princesa das Astúrias é composto por uma reprodução de uma escultura desenhada por Joan Miró, 50 mil euros (pouco mais de R$207 mil), um diploma e uma medalha.

Mais Entretenimento