Topo

Entretenimento

Filme japonês "Shoplifters" vence Palma de Ouro de Cannes

19/05/2018 16h14

Cannes (França), 19 mai (EFE).- O filme "Shoplifters", do diretor japonês Hirokazu Kore-eda, recebeu neste sábado a Palma de Ouro do Festival de Cannes, o principal prêmio da 71ª edição do evento.

Já a comédia "BlacKkKlansman", do diretor americano Spike Lee, que conta a história de um policial que se infiltrou no movimento racista Ku Klux Klan nos anos 1970, levou o Grande Prêmio do Júri.

Kore-eda era um dos nomes que aparecia entre os favoritos desta edição do Cannes, mas não Spike Lee. Os demais prêmios, no entanto, foram mais prevísiveis, batendo com a expectativa dos críticos.

O italiano Marcello Fonte recebeu o prêmio de melhor ator pela espetacular atuação em "Dogman", de Matteo Garrone. O prêmio de melhor atriz foi para a cazaque Samal Yeslyamova, pela atuação em "Ayka".

Entre as surpresas da noite está a Palma de Ouro especial que o júri presidido por Cate Blanchett concedeu ao cineasta fraço-suíço Jean-Luc Goddard.

O polonês Pawel Palikowski venceu o prêmio de melhor direção com "Cold War". Já a libanesa Nadine Labaki, cotada a conquistar a Palma de Ouro com o filme "Chapharnäum", ficou com o Prêmio do Júri.

A italiana Alice Rohrwacher, por "Lazzaro Felice", e o iraniano Nader Saeivar, por "Trois Visages", dividiram o prêmio de melhor roteiro.

A cerimônia também foi marcada pela questão do assédio e da participação feminina no cinema. A atriz e diretora italiana Asia Argento, a primeira a denunciar oficialmente Harvey Weinstein, disse no palco que foi estuprada pelo produtor, que nunca mais será bem recebido no Festival de Cannes.

"Em 1997 fui violada aqui em Cannes por Harvey Weinstein. Eu tinha 21 anos. Este festival era seu terreno de çaça. Quero fazer uma previsão: Harvey Weinstein nunca mais será bem-vindo aqui", disse Argento no encerramento da 71ª edição do festival.

Facebook Messenger

Receba as principais notícias do dia. É de graça!

Mais Entretenimento