Topo

Entretenimento

Curta brasileiro "O Órfão" ganha Queer Palm em Cannes

18/05/2018 20h01

Cannes (França), 18 mai (EFE).- A cineasta paulistana Carolina Markowicz ganhou nesta sexta-feira com o curta-metragem "O Órfão" a Queer Palm, prêmio do Festival de Cannes dedicado a um filme que trate de temas homossexuais.

A diretora, que se inspirou em fatos reais, conta a história de Jonathas, um jovem adotado e posteriormente "devolvido" por seus gestos afeminados. O filme foi exibido na Quinzena de Produtores, seção paralela e independente do Festival.

O júri, presidido pela produtora Sylvie Pialat, destacou seu "a pertinência do olhar, da narração e do tratamento cinematográfico".

Na categoria de longa-metragem o vencedor foi o "Girl", do belga Lukas Dhont, no qual Victor Polster interpreta Lara, uma adolescente que sonha com se tornar uma estrela da dança e que, nascida no corpo de homem, se lança nessa aventura com a ajuda do pai. O filme participou da seção Um Certo Olhar, a segunda mais importante do festival e na qual o protagonista recebeu o prêmio de melhor ator.

A Queer Palm, e entregue um dia antes do encerramento do Festival, é independente e teve este ano a sua nona edição, com prêmio de 10 mil euros (R$ 42 mil) ao longa-metragem vencedor e de 3 mil (R$ 12 mil) ao curta.

Facebook Messenger

Receba as principais notícias do dia. É de graça!

Mais Entretenimento