Topo

TV e Famosos

Colômbia protesta contra HBO por comentário satírico sobre corrupção

Liebowitz/HBO/AP
O apresentador e comediante inglês John Oliver Imagem: Liebowitz/HBO/AP

De Bogotá (Colômbia)

16/05/2018 17h34

O embaixador da Colômbia nos Estados Unidos, Camilo Reyes, enviou nesta quarta-feira uma carta de protesto à emissora de televisão HBO por conta de um comentário satírico do programa "Last Week Tonight", no qual o apresentador John Oliver ironizou a corrupção e o narcotráfico no país.

Na carta, Reyes assegura que o país foi "denegrido", já que, quando Oliver disse que a Venezuela era o país mais corrupto da América Latina, o apresentador acrescentou que na região se encontra a Colômbia, onde "a única lei de financiamento de campanhas é: 'por favor, registre todos os subornos que sejam superiores a dez quilos de cocaína'".

"Rejeitamos seu comentário desrespeitoso sobre a Colômbia. Entendemos que é um programa cujo objetivo é o entretenimento e a sua natureza é cômica, mas para nós o flagelo global das drogas não é um assunto humorístico", afirma a carta que Reyes dirigiu a Oliver.

Além disso, a carta lembra que a Colômbia e os colombianos "pagaram o preço mais alto, a perda de várias vidas, na luta contra as drogas e a maldade que leva associada".

Reyes ressaltou ainda que o esforço contra as drogas é partilhado por países onde se consomem drogas e os países que as produzem.

Por isso pediu "respeitosamente" que, no futuro, "quando pensar sobre o conteúdo do programa considere a Colômbia de hoje, uma nação que está agora em paz pela primeira vez em mais de 50 anos".

Mais TV e Famosos