Topo

Entretenimento

Javier Calvo: "Aconteça o que acontecer, já ganhamos".

29/04/2018 21h59

Playa del Carmen (México), 29 abr (EFE).- O espanhol Javier Calvo, que junto com seu compatriota Javier Ambrossi dirigiu "La Llamada", indicado aos Prêmios Platino de melhor estreia de ficção ibero-americana, disse hoje: "Aconteça o que acontecer, já ganhamos".

No tapete vermelho dos prêmios que serão entregues neste domingo, Calvo disse à Agência Efe que ser indicado lhe "parece uma piada".

"Fico rindo, mas é espetacular", disse o diretor, e sobre suas possibilidades de ganhar disse que em toda premiação "nunca" pensa que vai ganhar.

"Viemos aproveitar, conhecer e que nos conheçam um pouco mais, e se Carla Simón está aqui - sua compatriota e amiga indicada na categoria de melhor roteiro - para nós é ótimo, portanto aconteça o que acontecer todos já ganhamos", comentou o diretor.

Calvo, de 27 anos, qualificou como surpreendente como sua obra foi crescendo até chegar a estes prêmios

"'La Llamada' começou como uma peça superpequena no hall de um teatro em Madri, e que a mensagem do texto tenha transcendido e que agora esteja sendo vista em todos os países é muito surpreendente", enfatizou.

Ambrossi confessou que estar nos Platino é uma coisa que ainda não "processou" e que estar na premiação ao vivo "é mais difícil ainda".

"É um sonho, é alucinante, vemos a quantidade de gente, a quantidade de imprensa, de artistas incríveis. Sinto que são os prêmios mais importantes", disse o diretor de 33 anos.

Sobre os seus próximos planos, ambos assinalaram que estão montando a segunda temporada de "Paquita Salas", série que em breve estará na plataforma Netflix.

Mais Entretenimento