Topo

Entretenimento

Escritor dedica prêmio Cervantes a nicaraguenses mortos ao lutar por Justiça

23/04/2018 08h20

Alcalá de Henares (Espanha), 23 abr (EFE).- O escritor nicaraguense Sergio Ramírez dedicou nesta segunda-feira o Prêmio Cervantes "à memória dos nicaraguenses que nos últimos dias foram assassinados nas ruas por reivindicar Justiça e Democracia".

Após ser agraciado pelo rei Felipe VI, Ramírez começou seu discurso dedicando o prêmio a seus compatriotas, "aos milhares de jovens que seguem lutando sem armas e por seus ideais para que a Nicarágua volte a ser uma república".

Ramírez foi vice-presidente da Nicarágua de 1985 a 1990, no primeiro governo de Daniel Ortega, e militou na Frente Sandinista durante 20 anos.

Ramírez quis com as suas palavras lembrar os fatos ocorridos no seu país, onde cinco dias de protestos contra uma reforma da previdência anunciada pelo Governo de Daniel Ortega - e posteriormente derrogada - deixaram como resultado pelo menos 27 mortos e mais de 100 feridos.

Facebook Messenger

Receba as principais notícias do dia. É de graça!

Mais Entretenimento