PUBLICIDADE
Topo

Ator e rapper DMX é condenado a 1 ano de prisão por fraude fiscal

O Rapper DMX - Divulgação
O Rapper DMX Imagem: Divulgação

De Nova York

28/03/2018 21h49

O ator e rapper americano DMX, cujo nome real é Earl  Simmons, foi condenado nesta quarta-feira (28) em uma corte de Nova York a cumprir um ano de prisão por fraude fiscal, informou a promotoria federal para o distrito sul em Manhattan.

Simmons, de 46 anos, também conhecido como "X" no mundo do espetáculo, evadiu o pagamento de US$ 1,7 milhão em impostos entre 2010 e 2016, segundo um comunicado da promotoria.

Em julho do ano passado o rapper foi indiciado por 14 acusações, das quais inicialmente tinha se declarado inocente. No entanto, no último dia 30 de novembro, surpreendeu e admitiu sua responsabilidade.

"Simmons roubou dos contribuintes quando ganhou milhões de dólares, mas falhou em pagar seus impostos. A sentença de hoje demonstra que o poder de uma estrela não lhe dá direito a uma via livre", disse o promotor federal Geoffrey S. Berman em comunicado.

O Serviço de Rendas Internas (IRS) começou a esmiuçar as contas do artista em 2005, depois que este não pagou US$ 1,7 milhão em impostos, resultado das suas gravações e apresentações desde 2002.

De 2010 a 2015, DMX ingressou US$ 2,3 milhões, mas "urdiu uma trama" para evadir suas obrigações se valendo de dinheiro e usando as contas de seus agentes para pagar suas despesas, segundo a promotoria.

Por sua participação em um reality show entre 2011 e 2012, o ator e rapper recebeu US$ 125 mil e, quando lhe cobraram os impostos, se recusou a continuar gravando até que não voltassem a lhe emitir um cheque isento de retenções.

O histórico de Simmons, que também atuou em vários filmes, inclui acusações por crueldade animal, condução imprudente, posse de drogas, violação da liberdade vigiada e outros crimes relacionados com armas.