PUBLICIDADE
Topo

Entretenimento

Cazaquistão celebra ano novo do calendário persa ao puro estilo cazaque

21/03/2018 15h40

Astana, 21 mar (EFE).- Milhares de pessoas desafiaram as baixas temperaturas desta quarta-feira no Cazaquistão para celebrar o Noruz, o ano novo do calendário persa, e a chegada da primavera ao mais puro estilo cazaque.

Por meio de bailes, concertos, espetáculos de luta Kurash e outras atividades para crianças e adultos, a capital Astana deu as boas-vindas ao novo ano persa em uma festa na qual também não faltaram as comidas tradicionais, especialmente a sopa Noruz-Kozhe.

Esta especialidade da culinária do Cazaquistão está composta por sete ingredientes que simbolizam os sete pilares da vida para os cazaques: crescimento, sorte, felicidade, riqueza, saúde, sabedoria e bons augúrios.

Mais de 40 yurtas, casas tradicionais nômades da Ásia central, foram instaladas em diferentes partes de Astana em homenagem ao passado nômade do Cazaquistão.

"É a festa da primavera, do renascimento. Esperamos estas festas com grande alegria", declarou o presidente do Cazaquistão, Nursultan Nazarbayev, após assistir a um concerto no Centro de Congressos de Astana, situado no território da Expo 2017.

"Quero desejar a todos os cidadãos do Cazaquistão prosperidade, felicidade, unidade e sucesso", acrescentou o presidente.

A festividade do Noruz, com mais de 3.000 anos de história e declarado Patrimônio da Humanidade pela Unesco em 2016, foi proibida na União Soviética e restaurada oficialmente no Cazaquistão em 1991 mediante um decreto de Nazarbayev.

O ano novo persa é comemorado em grande parte da Ásia central e ocidental, das regiões curdas do Iraque e da Turquia até Azerbaijão, Irã, Quirguistão, Tadjiquistão e Afeganistão, entre outros.

Entretenimento