PUBLICIDADE
Topo

Entretenimento

Morre Emily Nasrallah, figura emblemática da literatura libanesa

14/03/2018 10h33

Beirute, 14 mar (EFE).- A escritora, professora, jornalista e conferencista Emily Nasrallah, importante nome da literatura libanesa e militante dos direitos da mulher, morreu nesta quarta-feira aos 87 anos, informou a Agência Nacional de Notícias (ANN).

Seus livros foram traduzidos para vários idiomas e são considerados clássicos no país.

Ao longo da vida, recebeu vários prêmios, entre eles o Gibran Khalil Gibran, o maior do seu país; e o prêmio da Biblioteca Internacional da Juventude (IBBY) pelo conto "Yawmiyat Hirr" (Diário de um gato, 1988), que retrata os horrores da Guerra Civil Libanesa do ponto de vista de um gato e sua amiga.

Seu primeiro romance, "Tuyur Aylul" (Pássaros de setembro, 1962) ganhou três prêmios e marcou o começo de uma carreira literária, na qual alterava entre romances, relatos e contos para crianças, como "Shadi as-Saghir" (O pequeno Shadi) e "al-Bahira" (A flor resplandecente)

Nascida em 1931, em Kfeir, no sul do Líbano, era a mais velha de seis irmãos.

Depois de se formar em Literatura, fez mestrado na Universidade Americana de Beirute (AUB), se casou com Philippe Nasrallah e com ele teve quatro filhos: Ramzi, Maha, Khalil e Mona.

Entretenimento