PUBLICIDADE
Topo

Partes de palácio de 800 anos são achados em obras na Vila Olímpica de Pequim

13/03/2018 03h08

Pequim, 13 mar (EFE).- Os destroços, que segundo os arqueólogos poderiam pertencer a um palácio imperial da dinastia Jin (1115-1234), foram encontrados no local da futura Vila Olímpica para os Jogos de Inverno de Pequim 2022, segundo informou a revista digital "Sixth Tone".

A descoberta aconteceu nas obras da Vila Olímpica, em Zhangjiakou, onde algumas das provas de esqui serão disputadas (os Jogos acontecerão em três lugares diferentes, por isso haverá outras tantas residências para atletas e treinadores).

Os vestígios, segundo apontam os especialistas, são de uma residência para príncipes da dinastia Jin, que controlou o norte e o nordeste da atual China, até a invasão dos mongóis.

Juntamente com os restos da estrutura do edifício, foram encontradas vasilhas e peças de porcelana.

A descoberta ocorreu poucas semanas depois do início das obras em Zhangjiakou, e por enquanto, não se sabe se forçará uma mudança nos planos de construção.