PUBLICIDADE
Topo

Entretenimento

Organização do Platino anuncia amanhã os indicados à 5ª edição do prêmio

12/03/2018 18h57

Los Angeles (EUA), 12 mar (EFE).- Os Prêmios Platino do cinema ibero-americano divulgarão nesta terça-feira as indicações finais da sua quinta edição em um evento que acontecerá no hotel Roosevelt, em Hollywood, na Califórnia (EUA), a partir das 10h (hora local; 15h de Brasília).

Recém ganhador do Oscar de melhor filme estrangeiro, "Uma Mulher Fantástica" é uma das grandes atrações do Platino, cuja cerimônia de entrega das estatuetas será realizada no dia 29 de abril em Riviera Maya, no México, dentro do Teatro Gran Tlachco, no parque ecoturístico Xcaret.

A obra de Sebastián Lelio e "Zama", da argentina Lucrecia Martel, são, por enquanto, os filmes com maior número de menções (nove, cada um), segundo o anúncio feito em fevereiro na Cidade do México, onde houve um corte na disputa que limitou a 20 o número de títulos por categoria.

Outros filmes que largam com grandes chances de levar ao menos uma estatueta são "Últimos Dias em Havana", do cubano Fernando Pérez (com sete candidaturas); "A Livraria", da espanhola Isabel Coixet, e "Camino a Marte", do mexicano Humberto Hinojosa (com seis, cada).

Como melhor filme ibero-americano de ficção concorrem todos os filmes citados, além de outros como "El Autor" (México/Espanha), "Las Hijas de Abril" (México), "A Fábrica de Nada" (Portugal), "La Cordillera" (Argentina/Espanha/França) ou "La Mujer del Animal" (Colômbia).

Entre os diretores que tentam faturar o Platino nesta edição estão o espanhol Álex da Igreja ("Perfectos Desconocidos"), o mexicano Michel Franco ("Las Hijas de Abril"), Sebastián Leilo ("Uma Mulher Fantástica"), a mexicana Issa López ("Vuelven") e o peruano Jonatan Relayze ("Rosa Chumbe").

O cubano Jorge Martínez ("Últimos Dias em Havana"), os espanhóis Antonio de la Torre ("Abracadabra") e Javier Bardem ("Amando Pablo"), e o brasileiro Matheus Nachtergaele ("Zama") estão entre os candidatos a conseguir a indicação ao prêmio de melhor ator.

Já na categoria de melhor atriz estão na disputa, por enquanto, a espanhola Penélope Cruz ("Amando Pablo"), a mexicana Ana Valeria Becerril ("Las Hijas de Abril"), a colombiana Natalia Polo ("La Mujer del Animal") e a chilena Paulina García ("A Noiva do Deserto").

"Plaza de la Soledad" (México/Holanda), "Muchos Hijos, un Mono y un Castillo" (Espanha), "Ama-San" (Portugal/China/Japão), "Mi tía Toty" (Equador) e "Divinas Divas" (Brasil) aparecem entre os concorrentes a melhor documentário.

Na categoria de melhor minissérie ou série de televisão, destacam-se as produções "Club de Cuervos" (México), "El Ministerio del Tiempo" (Espanha), "As Telefonistas" (Espanha), "12 Días Que Estremecieron Chile" (Chile), "Run Coyote Run" (México/Argentina) e "O Jardim de Bronze" (Argentina).

Como novidade para esta edição, o Platino reconhecerá atores e atrizes de minisséries ou séries de televisão.

Na categoria masculina estão na disputa o argentino Leonardo Sbaraglia ("O Hipnotizador"), o mexicano Luis Gerardo Méndez ("Club de Cuervos"), o também mexicano Marco Treviño ("Ingobernable") e o espanhol Eduard Fernández ("La Zona").

Quanto às mulheres, estão entre as favoritas às indicações as atrizes espanholas Blanca Suárez ("As Telefonistas") e Malena Alterio ("Vergüenza"), a mexicana Kate del Castillo ("Ingovernable") e a argentina Eleanor Wexler ("Un gallo para Esculapio").

Os Prêmios Platino do Cinema Ibero-americano são promovidos por EGEDA (Entidade de Gestão de Direitos dos Produtores Audiovisuais) e FIPCA (Federação Ibero-americana de Produtores Cinematográficos e Audiovisuais).

Entretenimento