PUBLICIDADE
Topo

Entretenimento

Carta de Karl Marx é vendida por mais de US$ 53 mil em leilão nos EUA

De Washington (EUA)

08/03/2018 21h28

Uma carta "extraordinariamente rara" escrita pelo filósofo alemão Karl Marx e datada de 1º de outubro de 1879 foi vendida nesta quinta-feira por mais de US$ 53 mil (R$ 172 mil) em um leilão em Boston (Massachussets).

Na carta, enviada de Londres, Marx pedia ao editor inglês Collet Dobson cópias do seu livro "Revelações", informou hoje a casa de leilões RR Auction.

"Ao meu retorno da beira do mar, encontrei sua carta de 23 de setembro. Ficaria muito satisfeito se fosse tão amável e me enviasse algumas cópias de 'Revelações', já que não tenho nenhuma", escreveu na carta Marx.

A folha na qual o filósofo redigiu esta curta mensagem é "brilhante", enquanto a escrita é "obscura, precisa e facilmente legível, apesar da mão pequena e característica" do filósofo, descreveram os especialistas.

A publicação à qual Marx alude claramente, "Revelações da história diplomática do século XVIII", foi publicada em vários números na imprensa de agosto de 1856 a abril de 1857.

"As cartas de Marx são extraordinariamente raras e virtualmente inexistentes fora das instituições: em quase 40 anos de atividade, esta é a única que encontramos", apontou em comunicado Bobby Livingston, vice-presidente executivo da RR Auction.

No mesmo leilão, a casa vendeu uma fotografia de Mahatma Gandhi assinada pelo próprio por US$ 41,8 mil.

A foto, na qual Gandhi aparece caminhando junto ao político indiano Madan Mohan Malaviya depois da segunda sessão da Conferência da Mesa Redonda Indiana, realizada em Londres, tem a assinatura "MK Gandhi" feita com uma caneta-tinteiro.

"Não nos surpreende que este gigante do século 20 ainda repercuta hoje", indicou Livingston no mesmo comunicado.

Entretenimento