Topo

Entretenimento

Polícia italiana recupera em Roma uma obra do século XVIII roubada em 1994

01/03/2018 13h11

Roma, 1 mar (EFE).- Os carabineiros italianos recuperaram na filial romana de uma casa de leilões de Londres "uma importante obra", do gênero das vedutas, do século XVIII e roubada em 1994, informou nesta quinta-feira o corpo policial.

Trata-se de uma pintura a óleo cuja autoria é atribuída ao mesmo tempo a dois dos maiores expoentes dessa época paisagista italiana: Giovanni Paolo Pannini (1691-1765) e Andrea Locatelli (1695-1741), segundo aponta um comunicado.

A peça chamou a atenção dos agentes da Proteção do Patrimônio Cultural italiano em novembro de 2017 durante as atividades de supervisão do mercado de arte.

Foi assim que os agentes identificaram a obra na seção de antiguidades de uma casa de leilões de Londres a ponto de ser colocada à venda a um preço inicial de 50 mil euros (cerca de US$ 61 mil).

O banco de dados de bens culturais roubados confirmou a identificação e contribuiu mais detalhes: a pintura tinha sido entregue desde uma loja de antiguidades ao ramo romano da casa dos leilões de Londres que, por sua vez, solicitou e obteve o certificado de livre circulação.

A polícia italiana estima que a intenção era provavelmente obter com a venda ao mercado no exterior um "ganho maior", em virtude da "importante demanda" de obras de modo que existe dos principais expoentes da pintura paisagista italiana do século XVIII.

A pintura, que foi devolvida nos últimos dias, será restituída às salas do Museu Nacional de Arte Antiga de Roma, para onde foi doada em 1892 pela família Torlonia.

Mais Entretenimento