Topo

Filmes e séries

Soderbergh exibe no Festival de Berlim filme polêmico gravado com celular

Reprodução
Cena do filme "Unsane", gravado totalmente com um iPhone, do diretor Steven Soderbergh Imagem: Reprodução

Berlim (ALE)

21/02/2018 18h50

O diretor americano Steven Soderbergh apresentou no Festival de Berlim nesta quarta-feira (21) o longa-metragem "Unsane", que "une técnica e conteúdo" e foi gravado com um iPhone. O filme narra a história de uma mulher sob o assédio de um psicopata e de uma clínica psiquiátrica que pratica fraudes sistemáticas.

"Não é um filme sutil. Nunca tinha trabalhado tão perto de um rosto como agora", afirmou o cineasta, para quem a técnica digital do iPhone permite "o absoluto imediatismo", o que encaixa se perfeitamente com o assédio ao qual a protagonista é submetida.

Soderbergh se apresentou na Berlinale acompanhado do protagonista masculino, Joshua Leonard, mas não da atriz principal do filme, Claire Foy.

A atenção em torno do uso do iPhone e o que essa técnica experimental permite ao diretor repercutiu mais que o tema do assédio, com apenas algumas intervenções sobre a campanha #MeToo e os escândalos por abusos sexuais, cujo debate tem tomado conta do mundo do cinema.

"Gravamos o filme antes do início do #MeToo. Mas, certamente, o assédio é um tema muito presente no filme", explicou o realizador a respeito da personagem feminino exposta a um psicopata, que ignora a sua rejeição e tenta forçá-la.

O novo longa-metragem de Soderbergh ofuscou os dois filmes da competição no sétimo dia do evento, que já exibiu 14 dos 19 candidatos ao Urso.

Facebook Messenger

Receba as principais notícias do dia. É de graça!