Topo

Entretenimento


Dia dos Namorados é vetado novamente na televisão paquistanesa

2018-02-07T13:54:00

07/02/2018 13h54

Islamabad, 7 fev (EFE).- As autoridades paquistaneses advertiram nesta quarta-feira aos canais de televisão e rádio que não poderão transmitir conteúdos relacionados ao Dia dos Namorados - comemorado no país em 14 de fevereiro, dia de São Valentim -, ao continuar em vigor a proibição imposta há um ano por um tribunal, que considerou a comemoração contrária ao islã.

"A todos os meios de comunicação e serviços de distribuição é aconselhável que desistam de promover o Dia dos Namorados nos seus respectivos canais", indicou em um comunicado a Autoridade Reguladora de Meios de Comunicação do Paquistão (PEMRA).

O órgão afirmou que continua em vigor a sentença do ano passado do Tribunal Superior de Islamabad, que proíbe a comemoração desta data em locais públicos e nos meios de comunicação por considerar que vai contra os "preceitos do islã", e que promove a "indecência" e a "nudez".

Apesar da proibição, os habitantes de Islamabad celebraram a festa do amor com rosas, balões em forma de coração e jantares românticos, enquanto as rádios locais anunciavam descontos e ofertas de diversas empresas para 14 de fevereiro sem citar diretamente a festividade.

Um ano antes, o presidente do país, Mamnoon Hussain, pediu em um ato público com estudantes que essa data não fosse comemorada por não ser parte da cultura paquistanesa.

O Dia dos Namorados foi tradicionalmente uma comemoração controversa no Paquistão, onde os grupos religiosos protestam a cada ano contra a festividade.

Ativistas emblemáticos se opuseram a estas campanhas religiosas e, por exemplo, a defensora dos direitos humanos Sabeen Mahmoud organizou um protesto contra os islamitas em 2013.

Sabeen foi assassinada dois anos depois por isso, confessou um dos acusados do crime.

Mais Entretenimento