Topo

Entretenimento

Arqueólogos encontram poços mais antigos da civilização chinesa

06/02/2018 10h46

Pequim, 6 fev (EFE).- Equipes de arqueólogos encontraram na província de Henan, no centro da China, um conjunto de seis poços que datam de 9.000 anos atrás, dois milênios antes dos que até agora eram considerados os mais antigos da civilização oriental, informou nesta terça-feira a agência oficial "Xinhua".

Os poços se encontram na comarca de Xiping e poderiam mostrar o momento em que as populações chinesas começaram a deixar de depender da água dos rios para viver.

Até agora os poços mais antigos conhecidos da China encontravam-se na baía do rio Yangtzé, mais ao sul dos descobertos agora, e pertenciam ao Neolítico tardio, de há 6.000 ou 7.000 anos.

Nos poços agora descobertos (na baía do rio Amarelo, berço da civilização chinesa) foram encontradas cinco vasilhas de cerâmica em bom estado de conservação, e que apresentavam alças que, atadas a uma corda, podiam ajudar para que os moradores da região extraíssem água.

Os poços têm 5,2 metros de profundidade e alguns deles têm degraus que os especialistas acreditam que foram construídos para poder chegar a maiores profundidades ou recuperar vasilhas caídas, como as cinco que foram encontradas.

Facebook Messenger

Receba as principais notícias do dia. É de graça!

Mais Entretenimento