Topo

Entretenimento

China sanciona o Twitter local por promover material "inadequado"

29/01/2018 09h51

Pequim, 29 jan (EFE).- As autoridades da China sancionaram o Weibo, um serviço similar ao Twitter, por promover material "inadequado" com o bloqueio temporário de algumas ferramentas da rede social, uma das mais populares do país, com 360 milhões de usuários ativos a cada mês.

Após a sanção emitida pela Administração de Ciberespaço da China, os usuários não poderão acessar durante uma semana a lista de "trending topics" nem tampouco utilizar um dos serviços de pagamento com o qual antes podiam fazer perguntas a celebridades.

Desta forma, as autoridades chinesas puniram a popular rede social por supostamente ter divulgado materiais "inadequados" com conteúdo pornográfico e discriminação étnica entre seus usuários, detalhou o jornal "China Daily".

No final de 2017 entrou em vigor uma nova normativa na China para aumentar o controle sobre os comentários que circulam na internet que, no julgamento das autoridades, promovam "a disseminação de rumores, conteúdo obsceno e informação ilegal".

Caso tal lei não seja cumprida, a responsabilidade recai nos fornecedores dos serviços, que devem realizar um maior controle sobre todas as publicações dos usuários.

A China é o país com maior número de internautas do mundo (cerca de 700 milhões) e um dos que mais censura a rede, onde são bloqueadas páginas como Google, Facebook, Twitter e Instagram, entre muitas outras.
 

ID: {{comments.info.id}}
URL: {{comments.info.url}}

Ocorreu um erro ao carregar os comentários.

Por favor, tente novamente mais tarde.

{{comments.total}} Comentário

{{comments.total}} Comentários

Seja o primeiro a comentar

{{subtitle}}

Essa discussão está encerrada

Não é possivel enviar novos comentários.

{{user.alternativeText}}
Avaliar:
 

* Ao comentar você concorda com os termos de uso. Os comentários não representam a opinião do portal, a responsabilidade é do autor da mensagem. Leia os termos de uso

Escolha do editor

{{ user.alternativeText }}
Escolha do editor

Facebook Messenger

Receba as principais notícias do dia. É de graça!

Mais Entretenimento