Topo

Entretenimento

Icônica bola de cristal da Times Square dá as boas-vindas a 2018

01/01/2018 04h07

Nova York, 1 jan (EFE).- Centenas de milhares de pessoas celebraram nesta segunda-feira a chegada de 2018 na emblemática Times Square e presenciaram o descenso da famosa bola de cristal nos segundos que antecederam o término de 2017.

A bola, com mais de 5 toneladas compostas de 2.688 triângulos de cristal, desceu iluminada com suas luzes ecológicas de cor vermelha, azul, verde e branco, criando um impressionante caleidoscópio.

O público reunido no local, fantasiado com coloridos cachecóis vermelhos, gorros e balões com fitas douradas, cantou e aplaudiu a chegada do novo ano na "Big Apple" entre uma chuva de mais de 1,3 mil quilos de confetes e fogos de artifício.

A celebração contou com centenas de milhares de pessoas. As autoridades locais tinham calculado a presença de aproximadamente 2 milhões de pessoas, mas as baixas temperaturas, - 12 graus Celsius na meia-noite, diminuiu o público presente.

Foi a festa mais fria na Times Square desde 1907, quando o termômetro esteve no mesmo horário -17 graus Celsius.

As atuações de artistas como Mariah Carey, Andy Grammer e Nick Jonas amenizaram a espera do público, que em sua grande parte ficou mais de seis horas em pé no frio de Nova York, sem poder deixar seu lugar.

Grammer foi o encarregado de interpretar, pouco antes da meia-noite, o famoso hino da paz "Imagine" de John Lennon.

Este ano a convidada especial foi Tarana Burke, fundadora do movimento #MeToo contra o assédio sexual, que, ao lado do prefeito de Nova York, Bill de Blasio, ativou o botão Waterford Crystal iniciou a queda da bola, um minuto antes da meia-noite.

É um gesto simbólico, uma vez que o próprio botão só inicia a contagem regressiva no relógio, enquanto a descida da bola a partir de uma altura de 40 metros é ativada a partir de uma sala de controle de forma sincronizada.

Desde 1996, todos os prefeitos da cidade tiveram o privilégio de pressionar o botão ao lado de celebridades e figuras públicas que são escolhidas por sua contribuição ou importância dentro de uma determinada comunidade.

Como já é tradição, também não faltou o "beijo da meia-noite" que os casais dão logo após a meia-noite, um ritual de amor que, segundo os supersticiosos, evita 365 dias de solidão.

As comemorações foram acompanhadas por medidas de segurança rigorosas, com registros em todos os pontos de entrada e forças especiais antiterroristas espalhadas pela região.

Por causa dos recentes atentados, a segurança foi aumentada e caminhões cheios de areia e cimento foram colocados perto do local da festa. Além disso, houve a proibição de levar mochilas, bolsas grandes, guarda-chuvas ou bebidas alcoólicas.
 

Facebook Messenger

Receba as principais notícias do dia. É de graça!

Mais Entretenimento