Topo

Entretenimento

Sepultura de Ricardo 3º recebe status de monumento de proteção oficial

Reprodução
Retrato do rei Ricardo 3º Imagem: Reprodução

Londres (Reino Unido)

21/12/2017 13h55

A sepultura de Ricardo 3º da Inglaterra, achada debaixo de um estacionamento de Leicester, no centro da Inglaterra, em 2012, recebeu nesta quinta-feira (21) o status de monumento de proteção oficial.

O governo do Reino Unido, assessorado pela agência de patrimônio governamental Inglaterra Histórica, fez esta declaração com o objetivo de preservar sua conservação para futuras gerações.

O ministro de Cultura, Meios de Comunicação e Turismo, John Glenn, disse hoje que a descoberta da sepultura de Ricardo 3º foi "um achado arqueológico extraordinário e um momento incrível para a história do Reino Unido".

"Protegendo este lugar como monumento catalogado estamos assegurando que os restos deste antigo convento medieval enterrado sob Leicester se conservem para as futuras gerações", acrescentou.

Três anos após a descoberta, os restos do monarca foram enterrados na Catedral de Leicester, ao final de uma solene cerimônia na que se destacou seu papel na história britânica.

Ricardo III foi o último monarca da casa de York e morreu na batalha de Bosworth Field (1485) da Guerra das Duas Rosas (1455-1485), contra os partidários da Casa de Lancaster.

Logo depois foi sepultado na igreja de Greyfriars, um convento monástico do século 13, que se considera que foi derrubado durante o período de Enrique 8º.

Divulgação
Tumba de Ricardo 3º, último rei inglês a morre em uma batalha Imagem: Divulgação

No entanto, por conta da pouca construção na área durante os séculos posteriores, o convento permaneceu relativamente bem conservado sob a terra.

Quando foi descoberto, o lugar deixou de ser um estacionamento, mas até 2016 não se começaram a organizar visitas, nas quais através de um vidro colocado no chão se pode observar o local exato onde foram encontrados os restos do rei.

Ricardo 3º foi sempre um personagem histórico muito polêmico que os escritores, entre eles William Shakespeare, retrataram como um homem ambicioso, cruel e sem escrúpulos.

Depois que a análise de DNA confirmou que os restos achados correspondiam com os do monarca, as câmaras municipais de Leicester e de York disputaram uma batalha legal para acolher seu túmulo.

O município de Leicester conseguiu finalmente seu objetivo, por ser o lugar onde o rei morreu há mais de 500 anos e no qual foi encontrada sua sepultura.

ID: {{comments.info.id}}
URL: {{comments.info.url}}

Ocorreu um erro ao carregar os comentários.

Por favor, tente novamente mais tarde.

{{comments.total}} Comentário

{{comments.total}} Comentários

Seja o primeiro a comentar

{{subtitle}}

Essa discussão está encerrada

Não é possivel enviar novos comentários.

{{user.alternativeText}}
Avaliar:
 

* Ao comentar você concorda com os termos de uso. Os comentários não representam a opinião do portal, a responsabilidade é do autor da mensagem. Leia os termos de uso

Escolha do editor

{{ user.alternativeText }}
Escolha do editor

Facebook Messenger

Receba as principais notícias do dia. É de graça!

Mais Entretenimento