Entretenimento

Sistema de Juízes de Água é declarado patrimônio imaterial pela Unesco

07/12/2017 10h40

Seul, 7 dez (EFE).- O sistema tradicional de Juízes de Água na província de Corongo, na região central do Peru, foi reconhecido como Patrimônio Cultural Imaterial da Humanidade pela Organização das Nações Unidas para a Educação, a Ciência e a Cultura (Unesco), conforme informou nesta quinta-feira o comitê intergovernamental da organização em evento em Jeju, na Coreia do Sul.

O reconhecimento, também concedido a outras manifestações culturais como o festival de Fallas, na Espanha, a arte de fazer as pizzas em Nápoles, e música dos mariachis, no México, tem o objetivo de mobilizar a cooperação e a atenção internacional para que as diferentes sociedades mantenham o seu patrimônio. Hoje, a Unesco anunciou a inclusão de 12 elementos na lista representativa de Patrimônio Imaterial da Humanidade, que se juntaram a outros 21 elementos inscritos nesta reunião do comitê.

O sistema tradicional de Juízes de Água de Corongo é uma estrutura organizada criada pelos moradores desta cidade peruana, cujas origens se remontam ao período das civilizações pré-incaicas. O principal objetivo é "conseguir um abastecimento equitativo e sustentado de água, assim como uma gestão adequada da terra, a fim de que as gerações futuras possam continuar desfrutando destes dois recursos naturais essenciais em boas condições", informou a Unesco em comunicado.

Na sessão de hoje o Comitê também inscreveu outros 11 elementos culturais de países como Sérvia, Panamá, Eslováquia e Laos.

O comitê, formado por representantes de 24 países signatários da Convenção da Unesco para preservar o patrimônio cultural imaterial, se reúne uma vez por ano para analisar os funcionamento dessa convenção, adotada em 2003, e examinar as candidaturas.
 

ID: {{comments.info.id}}
URL: {{comments.info.url}}

Ocorreu um erro ao carregar os comentários.

Por favor, tente novamente mais tarde.

{{comments.total}} Comentário

{{comments.total}} Comentários

Seja o primeiro a comentar

{{subtitle}}

Essa discussão está encerrada

Não é possivel enviar novos comentários.

{{ user.alternativeText }}
Avaliar:
 

* Ao comentar você concorda com os termos de uso. Os comentários não representam a opinião do portal, a responsabilidade é do autor da mensagem. Leia os termos de uso

Escolha do editor

{{ user.alternativeText }}
Escolha do editor

Facebook Messenger

Receba as principais notícias do dia. É de graça!

Mais Entretenimento

Topo