Topo

Entretenimento

Apresentador da "NBC" se diz "envergonhado" por denúncias de assédio

30/11/2017 13h05

Nova York, 30 nov (EFE).- O apresentador da emissora "NBC" Matt Lauer se disse nesta quinta-feira "envergonhado" pelas denúncias sobre seu "comportamento sexual inadequado" no ambiente de trabalho, o que provocou sua demissão ontem.

Lauer, de 59 anos, estava há duas décadas à frente do programa matutino "Today" e era uma das principais figuras do canal.

"Não há palavras para expressar o meu pesar e arrependimento pela dor que causei aos demais com palavras e ações", afirmou o veterano apresentador.

"Às pessoas que magoei, sinto muito", acrescentou Lauer em comunicado lido no programa que apresentou até a última terça-feira.

Lauer foi despedido pela emissora após uma denúncia contra o apresentador que foi recebida na segunda-feira à noite. Desde que foi anunciada sua saída, surgiram outros casos que estão sendo ventilados na imprensa.

Em seu comunicado, o apresentador da "NBC" diz que parte do que foi dito contra ele nas últimas horas "é falso", mas "há verdade suficiente nessas histórias para me fazer sentir triste e envergonhado".

O caso de Lauer se soma a outros que foram denunciados nas últimas semanas e que afetam figuras de Hollywood e da imprensa.

Muitos desses casos afetaram mulheres há vários anos, mas foram revelados após as denúncias feitas contra o famoso produtor de Hollywood Harvey Weinstein.
 

Facebook Messenger

Receba as principais notícias do dia. É de graça!

Mais Entretenimento