Entretenimento

Outro homem afirma que teve relação sexual com Kevin Spacey aos 14 anos

02/11/2017 21h20

Los Angeles (EUA), 2 nov (EFE).- Um homem residente na costa leste dos Estados Unidos afirmou nesta quinta-feira, em entrevista ao portal "Vulture", que teve relações sexuais com Kevin Spacey aos 14 anos.

Segundo o depoimento, a relação com Spacey começou quando o ator tinha 24 anos e acabou no que o indivíduo descreve como "uma tentativa de estupro".

O autor do relato diz que decidiu revelar o caso graças às declarações do ator Anthony Rapp, que no domingo relatou um suposto episódio de assédio sexual cometido por Spacey em 1986, quando Rapp tinha 14 anos. Spacey afirmou que não se lembrava do episódio, mas que, se realmente aconteceu, devia "a mais sincera desculpa".

Desde então, outras pessoas acusaram Spacey de atos similares, assim como neste novo depoimento.

"Carreguei um nível de culpa por toda a minha vida sabendo que estas pessoas repetem os seus comportamentos. Não param. Sabendo que continuou agindo assim, sinto vergonha", relatou.

O homem decidiu manter o anonimato porque não quer ser recordado por este fato nem ser incomodado pelos veículos de imprensa.

"Trabalhei muito duro para ter uma boa vida e sentir-me seguro, e não vou abandonar tudo isso por ele. Não quero que ele me encontre", acrescentou.

Ambos se conheceram em 1981, quando Spacey trabalhava como professor em uma escola de atores em Westchester County e o homem era um estudante de 12 anos. Eles voltaram a se encontrar em 1983, quando Spacey o deu seu número de telefone.

"Começamos uma relação sexual no seu apartamento no Upper West Side (Nova York), na primeira vez que fui. Consistia basicamente em que eu o penetrasse", comentou o homem, que voltou a se reunir com Spacey "mais três ou quatro vezes".

"Dizíamos que nos amávamos. E ele me dizia que havia produtores que estavam muito interessados em mim como ator e que iam conseguir audições para mim. Ele não me via atuar desde que eu tinha 12 anos", declarou.

Nas seguintes vezes em que se viram, Spacey disse a ele que preferia fazer a penetração, mas o homem resistiu.

"Ele me empurrou forte, me pegou e começou a se esfregar com força contra minhas nádegas. Doía muito. Eu disse que não repetidamente. Por sorte eu era forte e consegui tirá-lo de cima. Eu me desfiz dele e saí correndo enquanto chorava", relatou.

O advogado de Spacey negou esta acusação. O agente de Spacey afirmou na quarta-feira que o ator "está levando o tempo necessário para buscar avaliação e tratamento", uma afirmação que deixa em xeque sua participação na sexta e última temporada de "House of Cards".

A produção da série, que começou há duas semanas, foi suspensa indefinidamente pela plataforma pouco após a revelação das acusações contra Spacey.

ID: {{comments.info.id}}
URL: {{comments.info.url}}

Ocorreu um erro ao carregar os comentários.

Por favor, tente novamente mais tarde.

{{comments.total}} Comentário

{{comments.total}} Comentários

Seja o primeiro a comentar

{{subtitle}}

Essa discussão está encerrada

Não é possivel enviar novos comentários.

{{ user.alternativeText }}
Avaliar:
 

* Ao comentar você concorda com os termos de uso. Os comentários não representam a opinião do portal, a responsabilidade é do autor da mensagem. Leia os termos de uso

Escolha do editor

{{ user.alternativeText }}
Escolha do editor

Facebook Messenger

Receba as principais notícias do dia. É de graça!

Mais Entretenimento

Topo