Entretenimento

Ator mexicano revela que também foi assediado por Kevin Spacey

01/11/2017 15h55

Londres, 31 out (EFE).- O ator mexicano Roberto Cavazos revelou nesta quarta-feira no Facebook que também foi vítima de assédio sexual do ator americano Kevin Spacey, quando eles trabalharam juntos no Teatro Old Vic, em Londres (Reino Unido).

Nos últimos dias, o protagonista da série "House Of Cards" foi denunciado por vários homens, que afirmam ter sofrido abusos do ator. O primeiro a se pronunciar publicamente foi Anthony Rapp, que disse que Spacey se excedeu com ele numa festa que aconteceu em Nova York, em 1986. Depois dessa revelação, o diretor Tony Montana também confessou ter sido vítima do astro, que em 2003 o agarrou em um bar na Califórnia. Hoje, mais cedo, uma pessoa que não quis ser identificada disse em um programa da rede "BBC" que o ator quis dormir com ele em Nova York, em 1984

Em mensagem publicada no seu perfil, Cavazos afirmou que tanto ele quanto outros colegas foram vítimas do ator, atualmente com 58 anos.

"Quem o conheceu em Londres quando era diretor do Teatro Old Vic sabe que aparecerão muitos outros para contar as suas histórias nos próximos dias e semanas", afirmou.

Cavazos disse que não se "surpreenderia" se o número de vítimas de Spacey chegasse ao mesmo do produtor Harvey Weinstein, acusado de assédio sexual e estupro por dezenas de mulheres, incluindo famosas atrizes de Hollywood.

No texto, o mexicano citou as desculpas de Spacey a Anthony Rapp: "Nas suas desculpa públicas ele disse que não lembra do incidente, se desculpa perante o ator que lhe acusou e aproveita para sair do armário, desviando a atenção do público das suas ações prejudiciais".

Cavazos, que protagonizou a peça "The 24 Hour Plays" quando Spacey era diretor artístico no Old Vic, contou que durante essa época teve "encontros desagradáveis" com o americano.

"Eu mesmo tive alguns encontros desagradáveis com Spacey que estiveram perto de ser chamados de assédio. De fato, se fosse uma mulher, provavelmente não teria duvidado em identificá-lo como tal, mas suponho que a falta de uma ação especificamente mais direta ou agressiva me levou a justificar o caso como 'uma dessas coisas que acontecem'", relatou.

O ator disse que tinha a impressão de que "bastava existir um homem com menos de 30 anos para Spacey se sentir à vontade para tocá-lo".

Esta última acusação contra o americano acontece no dia seguinte de o teatro londrino, no qual Spacey foi diretor por 11 anos - 2004/2015 -, habilitar um e-mail confidencial para que funcionários e ex-funcionários pudessem comunicar as "queixas que não tenham podido expressar" até agora.
 

ID: {{comments.info.id}}
URL: {{comments.info.url}}

Ocorreu um erro ao carregar os comentários.

Por favor, tente novamente mais tarde.

{{comments.total}} Comentário

{{comments.total}} Comentários

Seja o primeiro a comentar

{{subtitle}}

Essa discussão está encerrada

Não é possivel enviar novos comentários.

{{ user.alternativeText }}
Avaliar:
 

* Ao comentar você concorda com os termos de uso. Os comentários não representam a opinião do portal, a responsabilidade é do autor da mensagem. Leia os termos de uso

Escolha do editor

{{ user.alternativeText }}
Escolha do editor

Facebook Messenger

Receba as principais notícias do dia. É de graça!

Mais Entretenimento

Topo