Topo

Entretenimento

Morre aos 89 anos Fats Domino, um dos pioneiros do rock and roll

25/10/2017 14h01

Washington, 25 out (EFE).- O lendário pianista e cantor Antoine "Fats" Domino, considerado um dos pais do rock and roll nas décadas de 1950 e 1960, morreu ontem à noite aos 89 anos em Nova Orleans, nos Estados Unidos, segundo informaram nesta quarta-feira seus familiares.

Domino, autor de sucessos como "Blueberry Hill" e "Ain't That a Shame", vendeu mais de 65 milhões de discos ao longo da sua carreira, e recebeu um Grammy em 1987 pela sua trajetória.

A morte foi confirmada por sua filha, que declarou que o mítico músico esteve acompanhado até o último momento por seus amigos pela e família em Nova Orleans.

Durante a década de 1950, Domino liderou as listas de canções mais tocadas nos EUA com o seu característico rhythm and blues, e só foi superado por Elvis Presley.

Sua estreia em 1949, "The Fat Man", composta junto com Dave Bartholomew, é o primeiro single de rock and roll que vendeu mais de um milhão de discos.

Suas composições marcaram época, e músicos como o próprio Presley e John Lennon e Paul McCartnety lhe citaram como uma das suas principais influências.

Em 1964, os Beatles estavam em Nova Orleans para fazer um show e aproveitaram a ocasião para conhecer Domino.

Fats Domino foi, além disso, um dos dez primeiros músicos incluídos no Salão da Fama do Rock and Roll em 1986, em um grupo no qual também estavam Chuck Berry, Buddy Holly e James Brown.

Na década de 1970 deixou de gravar discos, mas seguiu fazendo shows até meados da década de 1990, e não deixou nunca sua cidade natal, Nova Orleans, onde sobreviveu ao furacão Katrina em 2005, que arrasou grande parte do seu bairro.
 

Mais Entretenimento