Topo

Livros e HQs

Julián Fuks ganha Prêmio José Saramago por romance "A Resistência"

Bruno Santos/Folhapress
O escritor paulistano Julián Fuks, durante a Flip 2017 Imagem: Bruno Santos/Folhapress

De Lisboa (Portugal)

25/10/2017 11h08

O escritor brasileiro Julián Fuks foi agraciado nesta quarta (25) em Lisboa com o Prêmio Literário José Saramago 2017 por sua obra "A Resistência".

A distinção é oferecida a cada dois anos pela Fundação Círculo de Leitores em colaboração com a Fundação José Saramago e foi concedida na Casa dos Bicos, onde fica a sede desta última, com a presença do ministro da Cultura de Portugal, Luís Filipe Castro Mendes, entre outras autoridades.

"A Resistência", que recebeu no ano passado o Prêmio Jabuti de melhor romance, conta a história de uma família latino-americana que sofreu com a ditadura na Argentina, teve que deixar o país nos anos 1970 e busca reconstruir seu presente no Brasil, onde seus integrantes descobrem a complexidade de suas próprias relações.

"É uma história com várias histórias dentro dela", destacou no evento a poetisa e historiadora Ana Paula Tavares, amiga de Fuks.

Fuks, brasileiro de pais argentinos que deixaram o país por motivos políticos, entra agora para a prestigiada lista de premiados com o Saramago, que já conta com dez edições, nas quais reconheceu autores lusófonos de destaque com menos de 35 anos.

O prêmio paga 25 mil euros ao ganhador e, desde a sua criação em 1999, já foi concedido a Paulo José Miranda, José Luís Peixoto, Adriana Lisboa, Gonçalo M. Tavares, Valter Hugo Mãe, João Tordo, Andréa del Fuego, Ondjaki, Bruno Vieira Amaral, e agora Fuks.

Mais Livros e HQs