Topo

Entretenimento

Ex-atriz afirma que Weinstein se despiu em sua frente e a abusou sexualmente

20/10/2017 19h09

Los Angeles (EUA), 20 out (EFE).- A ex-atriz americana Heather Kerr afirmou nesta sexta-feira em uma entrevista coletiva realizada em Los Angeles (Califórnia) que o produtor Harvey Weinstein se despiu na sua frente e a assediou sexualmente, um fato que levou a artista a abandonar a carreira.

Heather estava acompanhada pela advogada Gloria Allred, especializada em casos de abuso sexual e representante de Louisette Geiss, outra mulher que acusa o produtor de assédio.

"Ele me perguntou se eu era boa", disse Heather. "Comecei a falar sobre a minha aprendizagem e a minha experiência como atriz, e disse: 'Não, preciso saber se você é boa'. Disse que ia me apresentar na indústria, precisava saber se era 'boa'", relembrou a ex-atriz.

"Não parava de repetir essa palavra. Ofereci dar uma mostra do meu trabalho. Tinha esse sorriso asqueroso em seu rosto. Estava sentado tão perto de mim no sofá que comecei a me sentir mal do estômago. O que fez em seguida foi desabotoar as calças e me mostrar o seu pênis", explicou Kerr.

A mulher afirmou que, depois disso, o produtor agarrou sua mão e a obrigou a tocá-lo.

Weinstein disse: "É assim que as coisas funcionam em Hollywood e todas as atrizes que conseguiram fizeram desta maneira".

Gloria também está à frente de casos de várias mulheres que afirmam ter sido vítimas de assédio sexual do comediante Bill Cosby e do presidente dos Estados Unidos, Donald Trump.

A indústria audiovisual americana vive imersa em uma grande polêmica após o escândalo em torno de Weinstein, um dos produtores mais poderosos de Hollywood e a quem dezenas de mulheres acusaram de comportamentos sexuais abusivos e assédios.

Estas denúncias encorajaram mulheres de todo o mundo a compartilhar suas próprias experiências de agressões sexuais nas redes sociais, por exemplo, através da campanha "Me Too" ("eu também"), idealizada pela atriz Alyssa Milano.
 

Mais Entretenimento