Entretenimento

Tendências da TV testam discernimento do público na era das "fake news"

16/10/2017 17h03

Marta Garde

Cannes (França), 16 out (EFE).- As tendências da televisão para os próximos meses colocam a toda prova a capacidade de discernimento do espectador na era das "fake news", ao submeterem o público a programas que analisarão se o que é mostrado está certo ou errado.

Assim inaugurou nesta segunda-feira a MIPCOM, a maior feira de conteúdo multimídia do mundo, que deu destaque ao interesse do setor em investir em formatos com montagens.

Em "Celebrity Showmance", que será lançado neste mês no Reino Unido, três improváveis casais de celebridades devem enganar o público convencendo-o que estão juntos, usando para isso o poder das redes sociais. Quem mais gerar mais "buzz", ganha.

O espectador deverá também aguçar o olhar para o também britânico "Catch me Out", previsto para 2018, que dá a uma pessoa normal um mês para ensaiar e subir no palco à espera que o público acerte quem é o amador em meio a um grupo de profissionais.

O painel da consultora "The Wit", Fresh TV, que a cada ano antecipa as novidades mais esperadas, expôs que o setor também está disposto a explorar a veracidade dos sentimentos.

Os franceses "The Break Up" e "Divorce for a Better Love", oferecem o divórcio a casais à beira da separação para que experimentem como seria a vida de solteiro e decidam, após um breve intervalo que às vezes traz surpresas, se querem outra chance com o parceiro.

Em "By the Way", cinco mulheres e cinco homens competem pelo coração de uma mulher bissexual, sem saberem no início que a jovem não tem preferência por um determinado gênero. A produção marca a volta a um formato que tenta se diferenciar em um mercado saturado e que introduz novas variantes para continuar bem na audiência.

Os programas de aventuras em ilhas desertas nunca desaparecem, mas as disputas ficam cada vez mais complicadas: no holandês "Lost in Translation", por exemplo, são formadas equipes de seis pessoas que não falam o mesmo idioma.

A câmera escondida também mostra resistência, como com o belga "Did You Get the Message", que recorre a ela para que as pessoas deem alguma lição a parentes ou amigos.

O interesse da audiência pelos famosos alimenta um formato que continuará a ser explorado, como no belga "The Last 24 Hours", no qual a celebridade escolhida revela e experimenta como passaria o seu último dia de vida.

Os programas de culinária e de canto, segundo explicou a cofundadora da The Wit, Virginia Mouseler, se mantêm fiéis aos sucessos do passado e não devem oferecem muitas inovações a curto ou médio prazo.

Outras tendências para a TV são o duelo entre homens e robôs ou máquinas de inteligência artificial para ver quem é melhor, impulsionado pelo chinês "AI Mission", e um formato em que homens e mulheres usam o cérebro de forma distinta, pensado pelo holandês "Golden Brain".

Os quatro dias de MIPCOM, que terminará na quinta-feira, continuarão aprofundando as possibilidades do setor com estreias mundiais e internacionais de programas e encontros entre produtoras e distribuidoras que buscam expandir fronteiras.
 

ID: {{comments.info.id}}
URL: {{comments.info.url}}

Ocorreu um erro ao carregar os comentários.

Por favor, tente novamente mais tarde.

{{comments.total}} Comentário

{{comments.total}} Comentários

Seja o primeiro a comentar

{{subtitle}}

Essa discussão está encerrada

Não é possivel enviar novos comentários.

{{ user.alternativeText }}
Avaliar:
 

* Ao comentar você concorda com os termos de uso. Os comentários não representam a opinião do portal, a responsabilidade é do autor da mensagem. Leia os termos de uso

Escolha do editor

{{ user.alternativeText }}
Escolha do editor

Facebook Messenger

Receba as principais notícias do dia. É de graça!

Mais Entretenimento

Topo