Entretenimento

Alemanha inicia estudo de crânios humanos de suas antigas colônias

05/10/2017 14h41

Berlim, 5 out (EFE).- Pesquisadores alemães começaram a analisar a origem de crânios humanos procedentes de antigas colônias alemãs na África, projeto piloto que guiará no futuro o estudo de milhares de restos ósseos guardados em um museu de Berlim e originários de todo o mundo, da América do Sul ao Egito.

A Fundação Patrimônio Cultural Prussiano, que inclui museus públicos de Berlim, apresentou nesta quinta-feira o projeto iniciado este mês pelo Museu de Proto-história e Pré-história da capital alemã.

Os mais de 900 crânios que serão examinados procedem dos territórios de Ruanda, Tanzânia, Burundi e Moçambique e fazem parte da chamada coleção S, reunida entre o final do século XIX e o início do século XX pelo médico e antropólogo Felix von Luschan, e que conta com cerca de 5.500 crânios.

Luschan queria investigar o desenvolvimento do ser humano e para ele, explicou a Fundação, os crânios eram simples portadores de dados e informação; como comissário do Museu de Etnologia, contava com uma rede que enviou durante décadas a Berlim crânios de todos os cantos do mundo.

Os restos ósseos estavam armazenados em mal estado na Clínica Universitária de Charité e, em 2011, foram levados à Fundação Patrimônio Cultural Prussiano, cujos pesquisadores dedicaram os últimos anos a limpá-los, garantir sua conservação e começar a estudar sua origem a partir de diferentes bases de dados e arquivos no exterior.

A possível devolução dos crânios aos países de origem dependerá dos resultados científicos do projeto piloto, do qual participam investigadores de várias especialidades e que busca criar uma rede internacional de especialistas nos territórios afetados.

O estudo, financiado pela Fundação Gerda Henkel, se torna complicado pela falta de documentação primária, já que foram perdidos livros de inventário e catálogos da coleção.

Isso exige recorrer a novas fontes, tanto na Alemanha como no exterior, e analisar arquivos de diferentes instituições econômicas, militares e eclesiásticas vinculadas à era colonial.
 

ID: {{comments.info.id}}
URL: {{comments.info.url}}

Ocorreu um erro ao carregar os comentários.

Por favor, tente novamente mais tarde.

{{comments.total}} Comentário

{{comments.total}} Comentários

Seja o primeiro a comentar

{{subtitle}}

Essa discussão está encerrada

Não é possivel enviar novos comentários.

{{ user.alternativeText }}
Avaliar:
 

* Ao comentar você concorda com os termos de uso. Os comentários não representam a opinião do portal, a responsabilidade é do autor da mensagem. Leia os termos de uso

Escolha do editor

{{ user.alternativeText }}
Escolha do editor

Facebook Messenger

Receba as principais notícias do dia. É de graça!

Mais Entretenimento

Topo