Topo

Entretenimento

Comissão Europeia quer impor mais normas para taxar empresas digitais em 2018

29/09/2017 16h00

Tallinn, 29 set (EFE).- A Comissão Europeia (CE) anunciou nesta sexta-feira que prevê propor novas normais fiscais em 2018 para taxar as empresas digitais, como Google, Amazon, Facebook e Apple, cuja arrecadação servirá para compensar as quantias que estas companhias estariam deixando de pagar às autoridades fiscais.

O presidente do Executivo comunitário, Jean-Claude Juncker, disse hoje em coletiva de imprensa ao término de uma cúpula informal de líderes europeus que Bruxelas apresentará essas iniciativas no próximo ano, a favor de uma imposição "equitativa e eficaz".

Uma proposta impulsionada pela França, com o apoio da Espanha, Alemanha e Itália, pretende introduzir uma taxa sobre o faturamento das grandes empresas digitais cuja arrecadação servirá para compensar as quantias que estas companhias estariam deixando de pagar às autoridades fiscais.

O presidente da França, Emmanuel Macron, disse hoje em coletiva de imprensa que a ideia é apoiada por 19 países, "o que demonstra uma verdadeira dinâmica" a favor da proposta.

Macron comparou os avanços nesse âmbito ao fim do sigilo bancário, que "todo o mundo compreendeu que é de interesse geral".

No entanto, países como Irlanda e Malta, que oferecem um regime fiscal vantajoso para as empresas, mostraram certas reticências.

O premiê irlandês, Leo Varadkar, criticou a proposta e deixou claro que a solução não está em impor mais normas, mas "o contrário".
 

Facebook Messenger

Receba as principais notícias do dia. É de graça!

Mais Entretenimento