Entretenimento

Com 3 estatuetas, "O Cidadão Ilustre" é o grande vencedor dos Prêmios Platino

22/07/2017 20h14

Madri, 22 jul (EFE).- "O Cidadão Ilustre", dos argentinos Gastón Duprat e Mariano Cohn, foi o grande vencedor da quarta edição dos Prêmios Platino, na qual recebeu na noite deste sábado as estatuetas de melhor filme, ator (Oscar Martínez) e roteiro (Andrés Duprat).

Outros destaques da premiação foram a brasileira Sonia Braga, que ganhou o prêmio de melhor atriz por "Aquarius, e o espanhol Pedro Almodóvar, que venceu na categoria de melhor direção por "Julieta".

"O cidadão ilustre" era um dos favoritos da noite e, no final, conseguiu três dos quatro prêmios que disputou. O único a escapar foi o de direção, que foi parar nas mãos de Almodóvar.

"Julieta" ganhou em duas das quatro categorias nas quais concorreu. Além do prêmio para a direção, o filme também ganhou o de melhor trilha sonora original, recebido por Alberto Iglesias.

O filme que mais tinha indicações era "Sete Minutos Depois da Meia-Noite", do espanhol Juan Antonio Bayona. Das sete categorias que disputou, ganhou quatro prêmios técnicos: melhor montagem, direção de arte, fotografia e som.

Gastón Duprat se mostrou feliz com o prêmio de melhor filme "havendo filmes tão bons e diretores tão importantes" e agradeceu a toda a equipe de "O Cidadão Ilustre" pela grande dimensão que o longa-metragem alcançou.

"Foi um filme que levou muito tempo, muito esforço, que custou muito. E foi o melhor filme que poderíamos fazer. Agora estamos muito contentes que o nosso filme tenha ultrapassado tantas fronteiras", acrescentou o diretor, que admitiu ter pensado que a história contada era muito local. "Por sorte não", disse com alívio.

Mariano Cohn protagonizou um dos momentos mais emocionantes da noite ao dedicar o prêmio ao irmão Alejandro, com quem trabalhou em todas os seus filmes.

"Foi vítima de um crime impune na Argentina e nesta semana se completam dois anos desde desse fato brutal. Vou continuar pedindo justiça e é por isso que quero dedicar o prêmio a ele", disse Cohn entre lágrimas.
 

ID: {{comments.info.id}}
URL: {{comments.info.url}}

Ocorreu um erro ao carregar os comentários.

Por favor, tente novamente mais tarde.

{{comments.total}} Comentário

{{comments.total}} Comentários

Seja o primeiro a comentar

{{subtitle}}

Essa discussão está encerrada

Não é possivel enviar novos comentários.

{{ user.alternativeText }}
Avaliar:
 

* Ao comentar você concorda com os termos de uso. Os comentários não representam a opinião do portal, a responsabilidade é do autor da mensagem. Leia os termos de uso

Escolha do editor

{{ user.alternativeText }}
Escolha do editor

Facebook Messenger

Receba as principais notícias do dia. É de graça!

Mais Entretenimento

Topo