Entretenimento

Morre aos 88 anos Claude Rich, ator francês de cinema e teatro

21/07/2017 07h52

Paris, 21 jul (EFE).- O ator francês Claude Rich, que durante mais de seis décadas trabalhou no teatro e no cinema em papéis que o tornaram popular como em "Monsieur Gângster", morreu ontem em sua casa aos 88 anos de idade, anunciou hoje sua família.

A emissora "France Info" informou que a morte do ator - que durante sua carreira recebeu dois César, o Oscar do cinema francês - foi devida a um câncer.

Rich nasceu em Estrasburgo em 1929 e seu gosto pelo teatro surgiu durante a Segunda Guerra Mundial, quando participou da organização de espetáculos de marionetes.

Essa afeição foi a que o levou mais tarde a entrar para o Conservatório Nacional Superior de Arte Dramática de Paris enquanto trabalhava em um banco e ali conviveu com alguns futuros grandes atores como Jean Rochefort, Jean-Pierre Marielle e Jean-Paul Belmondo.

A sua estreia na sétima arte aconteceu com o diretor René Clair, que lhe ofereceu um pequeno papel em "Les Grandes Manoeuvres" em 1955.

Nos anos seguintes, se tornou especialista em personagens secundários, como ficou em evidência em "Monsieur Gângster" (1963), junto com o protagonista Lino Ventura, ou em "Oscar" (1967), junto com Louis de Funès.

O cineasta Alain Resnais lhe ofereceu o que seria um dos grandes papéis da sua longa história cinematográfica (trabalhou em quase 80 filmes).

Foi em um filme de ficção científica em 1968 ("Eu te Amo, Eu te Amo") em que interpretou um homem que viajava para seu passado após uma tentativa de suicídio fracassado.

Seu personagem de Talleyrand em "Le Souper" em 1992, após tê-lo encenado com sucesso no teatro, lhe valeu no ano seguinte o seu primeiro César. O segundo foi em homenagem a toda a sua obra em 2002.

Participou de filmes históricos como "A Filha de D'Artagnan" (1994), pelo qual foi indicado ao César na categoria de melhor ator coadjuvante, e em produções de grande sucesso de público como "Três Irmãs" (1999) e "Asterix e Obelix: Missão Cleópatra" (2002), onde fazia o papel do druida Panoramix.

Nos anos 2000 fez várias aparições em filmes e séries para televisão. Seu último filme foi "Ladygrey", de Alain Choquart, em 2015.
 

ID: {{comments.info.id}}
URL: {{comments.info.url}}

Ocorreu um erro ao carregar os comentários.

Por favor, tente novamente mais tarde.

{{comments.total}} Comentário

{{comments.total}} Comentários

Seja o primeiro a comentar

{{subtitle}}

Essa discussão está encerrada

Não é possivel enviar novos comentários.

{{ user.alternativeText }}
Avaliar:
 

* Ao comentar você concorda com os termos de uso. Os comentários não representam a opinião do portal, a responsabilidade é do autor da mensagem. Leia os termos de uso

Escolha do editor

{{ user.alternativeText }}
Escolha do editor

Facebook Messenger

Receba as principais notícias do dia. É de graça!

Mais Entretenimento

Topo