Entretenimento

Cazaquistão inaugura Expo Astana 2017 na sexta-feira

08/06/2017 08h47

Astana, 8 jun (EFE).- A capital do Cazaquistão realizará na sexta-feira a cerimônia de abertura da Expo Astana 2017, um evento internacional centrado nas energias renováveis que contará com a participação de 115 países e 22 organizações internacionais.

No total, 17 chefes de Estado e de Governo de todo mundo, além dos líderes dos países-membros da Organização de Cooperação de Xangai, formada por Rússia, China, Cazaquistão, Quirguistão, Uzbequistão, Tajiquistão, Paquistão e Índia, participarão da inauguração.

A cerimônia de abertura contará com vários eventos como um espetáculo multimídia no Centro de Congressos, onde robôs e pessoas dividirão o palco, um show no anfiteatro, um espetáculo de luzes e laser na enorme esfera contemporânea Nur Alem e um show pirotécnico.

No Centro de Congressos, os presentes poderão desfrutar de um balé realizado por drones sob as diretrizes de Andree Verleger e uma trilha sonora especialmente criado para o evento.

Além disso, no anfiteatro será realizado um concerto composto de músicas tradicionais dos cinco continentes.

A Expo Astana 2017, que terminará em 10 de setembro, contará com mais de 3 mil eventos artísticos, culturais e esportivos.

Entre eles estão 71 atuações do Cirque du Soleil desenhada especialmente para a Expo a um preço de entre 12 e 18 euros, e concertos como o de Plácido Domingo, Steve Aoki, Eros Ramazzotti e Afrojack, entre outros.

Os participantes apresentarão avanços nas fontes de energia renovável e proporão ideias para criar fontes de energia sustentáveis, como as casas inteligentes da Alemanha que geram mais energia do que consomem e um "sol artificial" no pavilhão da China.

Tudo isso faz referência ao tema escolhido pelo presidente do Cazaquistão para a Expo 2017, "A energia do futuro".

O evento, que será aberto ao público em 10 de junho, deve atrair de dois a cinco milhões de visitantes.

Por isso, o país investiu na construção de vários hotéis com capacidade para 35 mil pessoas, incluindo o luxuoso Hotel Ritz-Carlton que foi inaugurado em 4 de junho, e residências para 40 mil estudantes, além de uma melhoria do sistema de transporte.

Por sua vez, o Cazaquistão construiu um novo mega-terminal no aeroporto Internacional de Astana, construído por causa do evento internacional, que aumentará a capacidade deste de 3,6 milhões a 8,2 milhões de passageiros por ano.

Além disso, o país chegou a diferentes acordos bilaterais e multilaterais de "céu aberto" durante os três meses que dura a Expo 2017 e flexibilizou o regime de vistos para dezenas de países.

A Expo Astana 2017 procura fazer uma reflexão sobre a importância de avançar para um sistema energético mundial cada vez mais baseado nas energias renováveis, que ajude a reduzir as emissões de CO2, a dependência do petróleo e aumente a autonomia energética das diferentes regiões e comunidades do mundo. EFE

jrh-na/ff
 

ID: {{comments.info.id}}
URL: {{comments.info.url}}

Ocorreu um erro ao carregar os comentários.

Por favor, tente novamente mais tarde.

{{comments.total}} Comentário

{{comments.total}} Comentários

Seja o primeiro a comentar

{{subtitle}}

Essa discussão está encerrada

Não é possivel enviar novos comentários.

{{ user.alternativeText }}
Avaliar:
 

* Ao comentar você concorda com os termos de uso. Os comentários não representam a opinião do portal, a responsabilidade é do autor da mensagem. Leia os termos de uso

Escolha do editor

{{ user.alternativeText }}
Escolha do editor

Mais Entretenimento

Topo