Entretenimento

Wikipedia recorre contra proibição perante Tribunal Constitucional turco

09/05/2017 12h20

Istambul, 9 mai (EFE).- A Fundação Wikimedia, que gerencia a enciclopédia virtual Wikipedia, recorreu perante o Tribunal Constitucional turco contra o bloqueio imposto a esta página de internet pelas autoridades do país pela recusa a retirar conteúdo que relaciona Ancara com grupos jihadistas.

O recurso se refere a uma decisão anterior de um tribunal de Ancara que respaldou o bloqueio ordenado no dia 29 de abril pela Autoridade turca de Informação e Comunicação (BTK).

A BTK justificou esta medida em aplicação da lei que regula os conteúdos na internet considerados obscenos ou que representam um risco para a segurança do país.

A Wikipedia já tinha apresentado um recurso perante esse bloqueio, que foi rejeitado por esse tribunal de Ancara argumentando que a liberdade de expressão pode ficar restringida em alguns casos e que o país está em estado de emergência desde a tentativa golpista de julho.

As autoridades turcas asseguram que pediram sem sucesso à Wikipedia que modificasse o conteúdo de duas páginas nas quais há referências a meios e pessoas particulares que afirmam que Ancara apoio grupos jihadistas na Síria.

A Turquia bloqueou no passado o acesso a serviços populares como Youtube e Twitter.
 

ID: {{comments.info.id}}
URL: {{comments.info.url}}

Ocorreu um erro ao carregar os comentários.

Por favor, tente novamente mais tarde.

{{comments.total}} Comentário

{{comments.total}} Comentários

Seja o primeiro a comentar

{{subtitle}}

Essa discussão está encerrada

Não é possivel enviar novos comentários.

{{ user.alternativeText }}
Avaliar:
 

* Ao comentar você concorda com os termos de uso. Os comentários não representam a opinião do portal, a responsabilidade é do autor da mensagem. Leia os termos de uso

Escolha do editor

{{ user.alternativeText }}
Escolha do editor

Facebook Messenger

Receba as principais notícias do dia. É de graça!

Mais Entretenimento

Topo