Entretenimento

Seguem hospitalizados 3 dos 20 feridos em acidente na Marquês de Sapucaí

27/02/2017 13h36

Rio de Janeiro, 27 fev (EFE).- Continuam hospitalizados nesta segunda-feira três dos 20 feridos no acidente envolendo um carro alegórico na madrugada de hoje no Sambódromo do Rio de Janeiro, um deles em estado grave, informaram fontes oficiais.

Os feridos que permanecem sob cuidados médicos são três mulheres identificadas como Maria de Lourdes de Moura, Lucia Melo e Elizabeth Jofre, que foram internadas no hospital Souza Aguiar após serem atropeladas por um carro alegórico da Paraíso do Tuiuti, que abriu o desfile das escolas de samba na Marquês de Sapucaí, afirmou a Secretaria Estadual de Saúde em comunicado.

Maria de Lourdes, de 58 anos, é quem apresenta um quadro clínico mais "grave", pois "respira por aparelhos" e passou por cirurgia devido às fraturas que sofreu em ambas as pernas.

Elizabeth se encontra "estável" na área de observação do hospital enquanto se recupera da cirurgia à qual também foi submetida devido à fratura no fêmur de uma das pernas.

De acordo com o boletim da Secretaria de Saúde, Lucia, que quebrou a tíbia e tem ferimentos nos ombros e na cabeça, está "lúcida e consciente", e seu quadro clínico é considerado "estável" depois que foi transferida hoje para o hospital Miguel Couto.

O incidente ocorreu quando o último carro alegórico da Paraíso do Tuiuti perdeu o controle durante uma manobra ao iniciar seu percurso pelos 700 metros da Marquês de Sapucaí.

Foi aí que a alegoria, pesando cerca de três toneladas e com 40 integrantes da escola, se chocou contra uma das arquibancadas e, ao tentar retroceder, atropelou várias pessoas.

O acidente provocou um atraso de aproximadamente uma hora no primeiro dia de desfiles do carnaval carioca, onde a maioria dos 70 mil espectaores presentes não chegou a perceber o ocorrido.

Os serviços médicos prestaram atendimento a 20 pessoas, a maior parte em estado de choque, mas oito delas foram levadas para hospitais próximos, entre elas as três mulheres mencionadas nesta nota, que são as que apresentaram condições mais críticas, segundo um comunicado da Prefeitura do Rio.

A polícia abriu uma investigaçãopara apurar as circunstâncias do acidente envolvendo o carro alegórico que, de acordo com imagens exibidas pela "TV Globo", já apresentava problemas de direção em suas rodas antes de entrar na avenida.

No entanto, segundo o delegado William Lourenço, a investigação preliminar realizada no carro alegórico não apontou possíveis problemas mecânicos. Nesta manhã, os agentes voltaram para fazer uma nova inspeção e determinar se foi falha mecânica ou humana.

ID: {{comments.info.id}}
URL: {{comments.info.url}}

Ocorreu um erro ao carregar os comentários.

Por favor, tente novamente mais tarde.

{{comments.total}} Comentário

{{comments.total}} Comentários

Seja o primeiro a comentar

{{subtitle}}

Essa discussão está encerrada

Não é possivel enviar novos comentários.

{{ user.alternativeText }}
Avaliar:
 

* Ao comentar você concorda com os termos de uso. Os comentários não representam a opinião do portal, a responsabilidade é do autor da mensagem. Leia os termos de uso

Escolha do editor

{{ user.alternativeText }}
Escolha do editor

Mais Entretenimento

Topo