Entretenimento

"Carnaval secreto" intriga e atrai milhares de pessoas no Rio de Janeiro

26/02/2017 08h03

José Parra.

Rio de Janeiro, 26 fev (EFE).- O carnaval de rua, o preferido dos cariocas, abre espaço, cada vez mais importante, para os chamados "blocos secretos", cujos desfiles são anunciados no último momento nas redes sociais, ou se propagam através do boca a boca, e atraem milhares de pessoas.

O "carnaval secreto" começou de forma quase experimental há cerca de quatro anos no Rio como uma tentativa de limitar o número de participantes em seus desfiles para evitar aglomerações e multidões.

A chave é manter em segredo o lugar e a hora do desfile do bloco até pouco antes de seu início.

"O local será divulgado às 22h, mas quem vem de longe pode tomar o rumo do centro. Sem estresse. Se a pessoa demora uma hora e meia para chegar ao centro, então deve sair de casa por volta das 21h e, no meio do caminho, vai saber para onde ir. Não tem mistério".

Esta foi a forma que o bloco secreto 'Minha Luz é de LED' utilizou para convocar seus seguidores para o desfile em sua página no Facebook.

Com esta estratégia, o bloco, composto apenas por seis músicos, reuniu mais de 5 mil pessoas que tomaram várias ruas do centro da cidade, causando a interdição do trânsito.

Já o 'Sereias da Guanabara' faz sua convocação com alguma antecedência, e marca o dia e a hora, mas guarda como um tesouro o lugar da concentração, lançando pistas pelas redes sociais para ajudar seus seguidores a se prepararem.

"O canto da sereia é o grito do carnaval por amor, alegria, diversidade, tolerância. E a sedução do povo das águas lavando as ruas do Rio com muita 'Maré-molência", diz um texto em sua página oficial, fazendo um trocadilho entre favela da Maré e a palavra malemolência.

No caso do 'Desce, Mas Não Sobe', que reuniu uma multidão no ano passado, o sigilo chegou até o ponto em que somente é informado o dia, a hora e o lugar do desfile através do boca a boca, o que deixou muita gente sem saber da convocação.

"Me sinto duplamente desprezado, primeiro com a seletividade do bloco e, segundo, como morador de Santa Teresa (bairro onde ocorreu o desfile), que não pude curtir o bloco e tive que conviver com a sujeira deixada pelo caminho", se queixou um usuário na página do grupo no Facebook.

Pouco depois, o perfil oficial respondeu: "Nunca divulgamos nossa saída nas redes sociais. Nossa divulgação é feita sempre boca a boca. Lamentamos que a divulgação não tenha chegado até você".

Assim, entre pistas e mistérios, o "carnaval secreto" vai ganhando protagonismo, embora os blocos continuem arrastando multidões.

"Não conseguimos reduzir o público do desfile, o que era a ideia, mas ganhamos fama", reconheceu para a Efe um dos integrantes do "Minha Luz é de LED".

"Agora, o segredo é uma brincadeira", concluiu o folião.

ID: {{comments.info.id}}
URL: {{comments.info.url}}

Ocorreu um erro ao carregar os comentários.

Por favor, tente novamente mais tarde.

{{comments.total}} Comentário

{{comments.total}} Comentários

Seja o primeiro a comentar

{{subtitle}}

Essa discussão está encerrada

Não é possivel enviar novos comentários.

{{ user.alternativeText }}
Avaliar:
 

* Ao comentar você concorda com os termos de uso. Os comentários não representam a opinião do portal, a responsabilidade é do autor da mensagem. Leia os termos de uso

Escolha do editor

{{ user.alternativeText }}
Escolha do editor

Facebook Messenger

Receba as principais notícias do dia. É de graça!

Mais Entretenimento

Topo