Entretenimento

Museu alemão encontra desenho feito por Rembrandt

Herzog Anton Ulrich-Museum/Facebook
Desenho de Rembrandt encontrado na Alemanha Imagem: Herzog Anton Ulrich-Museum/Facebook

Em Berlim (Alemanha)

14/02/2017 11h00

O museu Herzog Anton Ulrich da cidade alemã de Braunschweig informou nesta terça-feira (14) sobre a descoberta, em seus fundos, de um desenho do mestre holandês Rembrandt, em posse da galeria desde 1770 e atribuído até há pouco ao pintor de animais Johann Melchior Rosso.

"A descoberta é uma sensação", afirmou o museu ao apresentar à imprensa o desenho, um esboço de giz preto de um cachorro sentado.

Segundo a entidade, há poucos desenhos de animais atribuídos a Rembrandt no mundo todo, entre os quais destacam-se quatro feitos a giz, muito parecidos esteticamente, de um elefante e um cavalo.

Em comunicado, o museu explicou que começou a investigar a obra após detectá-la durante o processo de digitalização de cerca de 10 mil desenhos.

Começou então uma extensa análise que incluiu exames microscópicos, estudos de originais de Rembrandt comparáveis em Amsterdã, Paris e Viena e consultas com autoridades internacionais sobre o pintor holandês.

O diretor da área de gravuras do museu, Thomas Döring, apresentou na revista especializada "Master Drawings" as conclusões da pesquisa, segundo a qual o desenho de um cachorro sentado é uma obra autêntica de Rembrandt produzida em torno de 1637.

As reações, segundo o museu, foram unanimemente positivas e o desenho será incluído no índice de obras do artista holandês.

Rembrandt realizou desenhos de animais como estudo sobretudo na décadas de 1630, quando incluiu em muitas de suas obras cachorros como motivo secundário.

O terrier descoberto em Braunsweig se parece muito, segundo a instituição, ao cachorro que ladra no quadro "A Ronda Noturna", pintado em 1642 pelo artista.

A ministra de Ciência e Cultura do estado federado da Baixa Saxônia, Gabriele Heinen-Kljajic, ressaltou a importância do achado, "um prêmio extraordinário" para a região que reforça a posição internacional e o trabalho de pesquisa do museu Herzog Anton Ulrich, instituição inaugurada em 1754 e que conta com destacadas obras de Giorgione, Rubens, Rembrandt e Khan Vermeer van Delft.

Em 6 de abril, o novo Rembrand deve ser exposto ao público pela primeira vez.

ID: {{comments.info.id}}
URL: {{comments.info.url}}

Ocorreu um erro ao carregar os comentários.

Por favor, tente novamente mais tarde.

{{comments.total}} Comentário

{{comments.total}} Comentários

Seja o primeiro a comentar

{{subtitle}}

Essa discussão está encerrada

Não é possivel enviar novos comentários.

{{ user.alternativeText }}
Avaliar:
 

* Ao comentar você concorda com os termos de uso. Os comentários não representam a opinião do portal, a responsabilidade é do autor da mensagem. Leia os termos de uso

Escolha do editor

{{ user.alternativeText }}
Escolha do editor

Facebook Messenger

Receba as principais notícias do dia. É de graça!

Mais Entretenimento

Topo