Topo

Entretenimento

Lista completa dos premiados na 31ª edição dos Prêmios Goya

04/02/2017 22h45

Madri, 4 fev (EFE).- "Um monstro vem a ver-me ", de José Antonio Bayonne, é o filme que mais prêmios obteve na 31ª edição dos Prêmios Goya, o Oscar espanhol, com nove estatuetas, na qual "Tarde para a ira" foi escolhida melhor filme.

Esta é a lista completa dos prêmios por sua ordem de entrega:.



MELHOR DIREÇÃO REVELAÇÃO: Rául Arévalo , por "Tarde para la ira".



MELHOR DIREÇÃO DE FOTOGRAFIA: Óscar Faura por "Un monstruo viene a verme".



MELHOR CURTA DE FICÇÃO: "Timecode".



MELHOR MAQUIAGEM E PENTEADOS: Marese Langan y David Martí, por "Un monstruo viene a verme".



MELHOR DIREÇÃO DE ARTE: Eugenio Caballero, por "Un monstruo viene a verme".



MELHOR FILME DE ANIMAÇÃO: "Psiconautas".



MELHOR CURTA DE ANIMAÇÃO: "Decorado".



MELHOR ATOR REVELAÇÃO: Carlos Santos, por "El hombre de las mil caras".



MELHOR CANÇÃO: "Ai, ai, ai", de "Cerca de tu casa".



MELHOR DIREÇÃO DE PRODUÇÃO: Sandra Hermida, por "Un monstruo viene a verme".



MELHOR ATRIZ REVELAÇÃO: Anna Castillo, por "El olivo".



MELHOR FILME EUROPEU: "Elle", de Paul Verhoeven.



MELHOR TRILHA SONORA: Fernando Velázquez, por "Un monstruo viene a verme"



MELHORES EFEITOS ESPECIAIS: Pau Costa e Félix Bergés, por "Un monstruo viene a verme"



MELHOR SOM: Peter Glossop, Oriol Tarragó e Marc Orts, por "Un monstruo viene a verme"



MELHOR FIGURINO: Paola Torres por "1898. Los últimos de Filipinas".



MELHOR ATOR FILME: Manolo Solo, por "Tarde para la ira".



MELHOR DOCUMENTÁRIO EM CURTA-METRAGEM: Juan Vicente Córdoba, por "Cabezas habladoras".



MELHOR FILME DOCUMENTÁRIO: "Frágil equilibrio" de Guillermo García López.



MELHOR ATRIZ FILME: Emma Suárez, por "La próxima piel ".



MELHOR FILME IBERO-AMERICANO: "El ciudadano ilustre", de Gastón Duprat y Mariano Cohn.



MELHOR EDIÇÃO: Bernat Vilaplana e Jaume Martí, por "Un monstruo viene a verme".



MELHOR ROTEIRO ADAPTADO: Alberto Rodríguez e Rafael Cobos, por "El hombre de las mil caras".



MELHOR ROTEIRO ORIGINAL: Raúl Arévalo e David Polido, por "Tarde para la ira".



MELHOR ATOR PROTAGONISTA: Roberto Álamo, por "Que Dios nos perdone".



MELHOR ATRIZ PROTAGONISTA: Emma Suárez por "Julieta".



MELHOR DIREÇÃO: José Antonio Bayonne, por "Un monstruo viene a verme".



MELHOR FILME: "Tarde para la ira". EFE

cn/ma

Facebook Messenger

Receba as principais notícias do dia. É de graça!

Mais Entretenimento