Entretenimento

Morre aos 62 anos o ministro de cultura mexicano, Rafael Tovar y de Teresa

10/12/2016 17h23

Cidade do México, 10 dez (EFE).- O ministro da Cultura do México, Rafael Tovar y de Teresa, morreu na madrugada deste sábado em um hospital da Cidade do México aos 62 anos, informou a Secretaria Nacional de Cultura.

"Com pesar informamos que o Secretário Rafael Tovar y de Teresa faleceu nesta madrugada. Nosso pêsame a seus parentes e à comunidade cultural", disse a instituição em sua conta no Twitter.

O presidente do México, Enrique Peña Nieto, nomeou Tovar y de Teresa em dezembro de 2015 como titular da recém criada Secretaria de Cultura.

"O governo da República perde um homem exemplar, que durante anos serviu nosso país com vocação e entrega", escreveu Peña Nieto nas redes sociais ao saber da notícia.

Diplomata, advogado, historiador e ensaísta; Tovar y de Teresa nasceu em 6 de abril de 1954 na Cidade do México. Formou-se em Direito pela Universidade Autônoma Metropolitana e continuou seus estudos na Universidade de Sorbonne e na Escola de Ciências Políticas em Paris (França).

Em sua carreira de mais de 30 anos como funcionário público foi também diretor do Instituto Nacional de Belas Artes (INBA), e de 2001 a 2007 foi embaixador do México na Itália.

ID: {{comments.info.id}}
URL: {{comments.info.url}}

Ocorreu um erro ao carregar os comentários.

Por favor, tente novamente mais tarde.

{{comments.total}} Comentário

{{comments.total}} Comentários

Seja o primeiro a comentar

{{subtitle}}

Essa discussão está encerrada

Não é possivel enviar novos comentários.

{{ user.alternativeText }}
Avaliar:
 

* Ao comentar você concorda com os termos de uso. Os comentários não representam a opinião do portal, a responsabilidade é do autor da mensagem. Leia os termos de uso

Escolha do editor

{{ user.alternativeText }}
Escolha do editor

Facebook Messenger

Receba as principais notícias do dia. É de graça!

Mais Entretenimento

Topo