Entretenimento

Estúdio no qual Hittler morreu é reconstruído em antigo bunker nazista

27/10/2016 12h04

Berlim, 27 out (EFE).- Um antigo bunker de cinco andares construído na época do nacional-socialismo em Berlim abriga uma réplica do estúdio onde Adolf Hitler se suicidou ao ingerir cianureto e oferece uma ampla documentação para se aprofundar na história do nazismo.

Sob o título "Dokumentation Führerbunker" (Documentação do bunker do "führer"), foi apresentada nesta quinta-feira à imprensa uma exposição que percorre a Segunda Guerra Mundial na Alemanha, a construção do bunker do líder nazista e o fim do Terceiro Reich.

A mostra é ilustrada com autênticas fotografias da época e se completa com fragmentos e imagens do filme alemão que narra os últimos dias de Hitler em seu refúgio "Der Untergang" ("A queda").

Além da recriação do estúdio de Hitler no qual morreu, é possível ver sua escrivaninha com diários da época, um tanque de oxigênio e um retrato de Federico II, a organização oferece uma maquete no qual se observa a estrutura original do verdadeiro bunker de Hitler.

O refúgio do líder nazista continua sendo até agora um mistério por ter ficado sepultado entre escombros, depois que os russos demoliram os edifícios da zona na Segunda Guerra Mundial.

O bunker foi construído entre 1943 e 1944 nos jardins da Nova Chancelaria do Reich, muito perto da emblemática Porta de Brandeburgo, media cerca de 2,7 mil metros quadrados e tinha 30 quartos.

Sua localização era estratégica por estar rodeado da maioria dos edifícios do governo da época nos quais existiam várias passagens subterrâneos unidas entre si e outros bunker menores .

Atualidade, ainda é difícil saber qual é o lugar exato da entrada do refúgio do líder nazista e só resta uma sinalização em um complexo de edifícios indicando o lugar aproximado.

O diretor de Berlim Story Bunker, Enno Lenze, afirmou aos presentes que o desenvolvimento desta nova exibição, que procura dar um panorama completo do tema, corresponde à desinformação dos visitantes ao assistir ao museu do a organização.

Lenze justificou sua afirmação contando que um visitante perguntou onde estavam as câmaras de gás no Berlim Bunker Story (antes Anhalter Bahnhof), que foi construído em 1942 com uma capacidade para abrigar 3,5 mil pessoas, mas que chegou a hospedar a 12 mil pessoas durante os bombardeios da cidade em 1945.

Esta exposição aberta ao público conta com o apoio da associação sem fins lucrativos Historiale eV.

ID: {{comments.info.id}}
URL: {{comments.info.url}}

Ocorreu um erro ao carregar os comentários.

Por favor, tente novamente mais tarde.

{{comments.total}} Comentário

{{comments.total}} Comentários

Seja o primeiro a comentar

{{subtitle}}

Essa discussão está encerrada

Não é possivel enviar novos comentários.

{{ user.alternativeText }}
Avaliar:
 

* Ao comentar você concorda com os termos de uso. Os comentários não representam a opinião do portal, a responsabilidade é do autor da mensagem. Leia os termos de uso

Escolha do editor

{{ user.alternativeText }}
Escolha do editor

Facebook Messenger

Receba as principais notícias do dia. É de graça!

Mais Entretenimento

Topo