Topo

Entretenimento

Artistas do Brasil e de Portugal exploram em Lisboa os espaços habitáveis

28/09/2016 15h42

Lisboa, 28 set (EFE).- Duas artistas, uma brasileira e outra portuguesa, protagonizam a exposição de arte contemporânea "(Co)Habitar", que será inaugurada nesta sexta-feira em Lisboa e que explora o conceito de "espaço habitável" de diferentes perspectivas.

A mostra é organizada pela Casa da América Latina em Lisboa e a União das Cidades Capitais de Língua Portuguesa (UCCLA) e acontecerá na nova sede de ambas as entidades em Lisboa.

"(Co)Habitar" reúne obras da artista brasileira Lia Chaia e da portuguesa Andrea Brandão que exploram o espaço habitável em várias vertentes, propondo uma reflexão sobre a cidade como espaço discordante, mas também de adaptação, articulação e encontro. A exposição, que coincide com a abertura da nova sede da Casa da América Latina e da UCCLA, ficará aberta até janeiro de 2017 e contará com um programa de visitas guiadas, atuações e conferências. Na abertura, o saxofonista português Rodrigo Amado fará uma apresentação

As novas sedes estão instaladas na Casa das Galeotas, um espaço da capital que no século 18 era um armazém de embarcações da monarquia portuguesa.

A Casa da América Latina foi criada em 1998 com a missão de aproximar essa região do continente a Portugal, e é integrada pela Prefeitura de Lisboa, o Ministério das Relações Exteriores, as embaixadas dos países latino-americanos em solo luso e um conjunto empresarial. A UCCLA é uma associação de natureza internacional criada em 1985 que desenvolve atividade em áreas como a saúde, a educação, a cultura, as infraestruturas, o meio ambiente, a reabilitação e o patrimônio.

Facebook Messenger

Receba as principais notícias do dia. É de graça!

Mais Entretenimento