Topo

Entretenimento

Arquiteto brasileiro ganha máximo prêmio das artes no Japão

Eduardo Knapp/Folhapress
O arquiteto Paulo Mendes da Rocha em seu escritório no centro de São Paulo Imagem: Eduardo Knapp/Folhapress

De Tóquio (Japão)

13/09/2016 11h44

O arquiteto brasileiro Paulo Mendes da Rocha e o cineasta americano Martin Scorsese foram dois dos cinco agraciados com o máximo prêmio das artes no Japão, o Prêmio Imperial, anunciou nesta terça-feira (13) a Associação das Artes japonesa.

Os outros premiados neste ano são a pintora americana Cindy Sherman, a esculturista francesa Annette Messager e o violinista e diretor de orquestra letão Gidon Kremer.

O prêmio, dotado com 15 milhões de ienes (cerca de US$ 150 mil), será entregue em cerimônia que será realizada em Tóquio em 18 de outubro.

A cada ano, desde 1989, a Associação das Artes do Japão entrega estes prêmios em cinco categorias: pintura, escultura, música, arquitetura e cinema e teatro.

Em anteriores edições receberam o Prêmio Imperial -Praemium Imperiale (título original da hornaria)- artistas como o diretor de cinema americano Francis Ford Coppola, o arquiteto brasileiro Oscar Niemeyer e o tenor Plácido Domingo.

O arquiteto brasileiro Paulo Mendes da Rocha, de 87 anos, foi agraciado em 2006 com o Prêmio Pritzker, considerado o Nobel da Arquitetura e neste mesmo ano com o Leão de Ouro por sua trajetória profissional na XV Bienal de Arquitetura de Veneza.

Entre seus trabalhos mais conhecidos destacam-se o centro cultural Fiesp e a Pinacoteca de São Paulo.

O arquiteto começou sua carreira nos anos 50 e era parte do movimento que então se considerava vanguardista em São Paulo, a chamada Escola Paulista, dedicou sua carreira à criação de edifícios e espaços guiado por um sentido de responsabilidade com os residentes dessas edificações e da sociedade em geral.

ID: {{comments.info.id}}
URL: {{comments.info.url}}

Ocorreu um erro ao carregar os comentários.

Por favor, tente novamente mais tarde.

{{comments.total}} Comentário

{{comments.total}} Comentários

Seja o primeiro a comentar

{{subtitle}}

Essa discussão está encerrada

Não é possivel enviar novos comentários.

{{user.alternativeText}}
Avaliar:
 

* Ao comentar você concorda com os termos de uso. Os comentários não representam a opinião do portal, a responsabilidade é do autor da mensagem. Leia os termos de uso

Escolha do editor

{{ user.alternativeText }}
Escolha do editor

Facebook Messenger

Receba as principais notícias do dia. É de graça!

Mais Entretenimento