Entretenimento

Alunos de Design e Arquitetura criarão projetos para áreas do Porto Maravilha

23/08/2016 18h43

Rio de Janeiro, 23 ago (EFE).- A cidade do Rio de Janeiro recebe, pela primeira vez, o Desafio de Design Odebrecht Braskem, um programa entre universitários que estimula novos talentos a desenvolver aplicações inovadoras com plástico em peças de mobiliário urbano, considerando critérios como modernidade, sustentabilidade, praticidade e sofisticação.

As peças vencedoras serão utilizadas em áreas públicas de convivência do Porto Maravilha, região que passa por processo de revitalização.

Com o tema central "Mobiliário urbano para espaços em transformação", os estudantes terão que trabalhar em duas categorias: "Alimentação e Apresentações Artísticas" e "Repouso e Trabalho". Já foram selecionados alunos de design e arquitetura das instituições: Pontifícia Universidade Católica do Rio de Janeiro (PUC-RJ), Universidade Estadual do Rio de Janeiro (UERJ), Universidade Federal do Rio de Janeiro (UFRJ), e Universidade Federal Fluminense (UFF).

"Ao final do programa, a expectativa é que o Porto Maravilha receba peças de plástico diferenciadas que misturem funcionalidade e design, com inspiração no Rio de Janeiro, em suas belezas e cultura, e que se tornem elementos de referência e identidade do local, colaborando esteticamente para a paisagem urbana", disse Mônica Evangelista, gerente comercial de polipropileno da Braskem.

Ao longo de quatro meses, período de desenvolvimento dos projetos, os estudantes serão orientados pelos mentores Augusto Seibel, Daniel Kraichete e Marco Maia e ficarão em escritório no próprio Porto. Além de serem capacitados com palestras técnicas e treinamentos sobre as aplicações de produtos da Braskem, os estudantes receberão informações sobre Análise de Ciclo de Vida dos produtos, materiais e processos, tendências de design, empreendedorismo, entre outros.

Em dezembro, uma comissão julgadora, composta por representantes da Braskem, Odebrecht e um time de especialistas, vai selecionar um projeto vencedor por categoria, que receberá como prêmio R$ 15 mil.

Nas últimas edições do Desafio de Design Odebrecht Braskem, os resultados demonstraram criatividade e funcionalidade. Os móveis produzidos em 2013, por exemplo, estão hoje na área de convivência do Edifício Odebrecht São Paulo.

Já em 2014 os estudantes tiveram que criar móveis plásticos para escolas em duas categorias: Infantil e Ensino Fundamental/Médio. Em 2015, os participantes foram convidados a desenvolver mobiliários para decorar os espaços de convivência de empreendimentos da Odebrecht Realizações Imobiliárias, todos na Zona Sul da capital paulista.

ID: {{comments.info.id}}
URL: {{comments.info.url}}

Ocorreu um erro ao carregar os comentários.

Por favor, tente novamente mais tarde.

{{comments.total}} Comentário

{{comments.total}} Comentários

Seja o primeiro a comentar

{{subtitle}}

Essa discussão está encerrada

Não é possivel enviar novos comentários.

{{ user.alternativeText }}
Avaliar:
 

* Ao comentar você concorda com os termos de uso. Os comentários não representam a opinião do portal, a responsabilidade é do autor da mensagem. Leia os termos de uso

Escolha do editor

{{ user.alternativeText }}
Escolha do editor

Facebook Messenger

Receba seu horóscopo diário do UOL. É grátis!

Mais Entretenimento

Topo