Topo

Entretenimento

Morre aos 92 anos Arthur Hiller, diretor de "Love Story"

17/08/2016 22h48

Washington, 17 ago (EFE).- O diretor de "Love Story - Uma história de amor", Arthur Hiller, morreu nesta quarta-feira por causas naturais aos 92 anos em Los Angeles, informou a Academia de Artes e Ciências Cinematográficas dos Estados Unidos.

Nascido em Edmonton, Canadá, em 1923, Hiller estreou no cinema em 1957 com "Se a mocidade soubesse" e, ao longo de sua carreira, dirigiu mais de 30 longas-metragens, entre eles as comédias "O Hospital" (1971), "Forasteiros em Nova York" (1970) e "Um casamento de alto risco" (1979).

Antes tinha dirigido episódios de séries televisão no Canadá e depois em Los Angeles, para onde se mudou para trabalhar para "NBC" em programas como "Naked City" e "Alfred Hitchcock Presents".

Mas seu maior sucesso chegou em 1970 com o drama romântico "Love Story", ganhador de um Oscar e indicado para outros seis, entre eles a de melhor diretor.

Entre 1993 e 1997, Hiller foi inclusive presidente da Academia de Artes e Ciências Cinematográficas dos EUA.

A protagonista de "Love Story", Ali MacGraw, se mostrou consternada pela morte de Hiller, a quem definiu como um "extraordinário" e "talentoso" ser humano que foi "parte integral" de uma das maiores "experiências de sua vida".

Por sua parte, a atual presidente da Academia, Cheryl Boone Issacs, expressou a "tristeza" de todo o meio cinematográfico pela morte de Miller, "um amigo querido".

"Eu era membro da junta durante sua presidência e tive a sorte de presenciar em primeira mão sua dedicação à Academia e sua paixão pela narração visual", acrescentou.

Facebook Messenger

Receba as principais notícias do dia. É de graça!

Mais Entretenimento