Entretenimento

De olho em turistas, Instagram traça roteiro de arte de rua no Rio

Reprodução/Instagram/@hytawayner
Mural da artista Rita Wainer no Boulevard Olímpico, na Orla Luis Paulo Conde, no Rio Imagem: Reprodução/Instagram/@hytawayner

Do Rio de Janeiro

02/08/2016 14h06

Sede de grandes eventos nos últimos anos, a cidade do Rio de Janeiro também virou palco de um circuito de arte de rua traçado por uma conta do Instagram, que conta com obras de artistas como Vik Muniz, Eduardo Kobra e Acme, entre outros.

A conta @InstawalkRio oferece um mapa com mais de 50 obras urbanas exibidas nas ruas do Rio de Janeiro, cidade que a partir da sexta-feira (5) receberá os Jogos Olímpicos.

O percurso proposto pela conta inclui obras de diferentes artistas situadas em diversos pontos da cidade, como o Boulevard Olímpico, um novo parque que se estende por grande parte da área que anteriormente era ocupada por adegas e píeres do porto do Rio de Janeiro.
 

No local está o gigantesco mural de 3 mil metros quadrados concluído há poucas semanas pelo reconhecido artista brasileiro Eduardo Kobra, no qual destacam-se os rostos de representantes de etnias dos cinco continentes.

O novo mural, batizado "Todos somos um" e que ocupa totalmente a parede frontal de um estacionamento abandonado no porto do Rio ao longo de uma quadra, procura transmitir a mensagem de paz e união que o artista promoveu com suas obras em vários países.
 

 

Obra de ACME (@universoacme). . Avenida Rodrigues Alves, s/n, Armazém 8 . O “artivista” Urbano Carlos Esquivel, mais conhecido nas ruas e redes sociais por ACME, nasceu em 1978 pelas mãos de uma parteira no Pavão-Pavãozinho, na Zona Sul do Rio de Janeiro. No alto da comunidade fincou raízes e abraçou a luta pela dignidade do lugar, onde foi fundador de um museu territorial e um centro cultural. Autodidata, ACME nunca frequentou cursos ou universidades, desenvolveu sua identidade artística a partir do olhar da favela para o mundo, tendo o cotidiano, a memória comunitária e o panorama sócio-político como inspiração. Vive e trabalha no Rio de Janeiro. . O #InstawalkRio é um roteiro de arte urbana ao ar livre no Centro do Rio de Janeiro que inclui cinco trabalhos comissionados pelo Instagram e criados pelos artistas ACME, Luiz Zerbini, Raul Mourão, Rita Wainer e Vik Muniz. Para ver imagens e o mapa completo, visite @InstaWalkRio. . #InstawalkRio is an urban art route in downtown Rio de Janeiro that includes five special works commissioned by Instagram and developed by renowned artists ACME, Luiz Zerbini, Raul Mourão, Rita Wainer and Vik Muniz. To see pictures of the works and maps, please visit @InstawalkRio.

Uma foto publicada por InstaWalk Rio (@instawalkrio) em

Perto dali, no mesmo Boulevard, foi levantada uma espécie de balanço de madeira com forma de baleia na qual está escrito o lema "Amor, bondade e bem", projetada pelo artista Acme, que se considera um "sobrevivente da arte urbana".

Na rota figuram as emblemáticas escadas Selarón, desenhadas pelo chileno Jorge Selarón nos anos 90.
 

 

Arcos da Lapa. Com a orientação para que fossem utilizadas somente pedras brasileiras, Gomes Freire de Andrade, governador do Rio de Janeiro (1733-1763), contratou o engenheiro português Brigadeiro José Fernandes Pinto Alpoim para projetar um novo aqueduto que garantisse, de forma eficiente, a distribuição de água pelo Centro do Rio de Janeiro. Foi inaugurado em 1750. . Largo da Lapa . O #InstawalkRio é um roteiro de arte urbana ao ar livre no Centro do Rio de Janeiro que inclui cinco trabalhos comissionados pelo Instagram e criados pelos artistas ACME, Luiz Zerbini, Raul Mourão, Rita Wainer e Vik Muniz. Para ver imagens e o mapa completo, visite @InstaWalkRio. . #InstawalkRio is an urban art route in downtown Rio de Janeiro that includes five special works commissioned by Instagram and developed by renowned artists ACME, Luiz Zerbini, Raul Mourão, Rita Wainer and Vik Muniz. To see pictures of the works and maps, please visit @InstawalkRio.

Uma foto publicada por InstaWalk Rio (@instawalkrio) em

Identificadas com o número 29 aparecem os arcos de Lapa, construídos em 1700 pelo engenheiro português José Fernandes Pinto com o objetivo de garantir a distribuição de água pelo centro do Rio de Janeiro.

Além das obras clássicas, os turistas e locais poderão visitar outras recentes, como as realizadas no Largo de Sao Francisco da Prainha.

No local, sobre as paredes brancas de dois edifícios, estão os grafites de grandes proporções de Brusk e Panónio.

A proximidade dos Jogos Olímpicos também foi aproveitada pelo Google para divulgar a história e cultura da "Cidade Maravilhosa" através de um tour virtual disponível em um aplicativo.

Através dela, os usuários poderão visitar virtualmente alguns dos lugares mais emblemáticos de Rio, como o Cristo Redentor e o Teatro Municipal.

 

ID: {{comments.info.id}}
URL: {{comments.info.url}}

Ocorreu um erro ao carregar os comentários.

Por favor, tente novamente mais tarde.

{{comments.total}} Comentário

{{comments.total}} Comentários

Seja o primeiro a comentar

{{subtitle}}

Essa discussão está encerrada

Não é possivel enviar novos comentários.

{{ user.alternativeText }}
Avaliar:
 

* Ao comentar você concorda com os termos de uso. Os comentários não representam a opinião do portal, a responsabilidade é do autor da mensagem. Leia os termos de uso

Escolha do editor

{{ user.alternativeText }}
Escolha do editor

Mais Entretenimento

Topo