Livros e HQs

Morre o escritor húngaro Péter Esterházy, um dos mais importantes da Europa

Leticia Moreira/Folhapress
8.jul.2011 - O escritor Péter Esterházy durante a mesa " Laços de Família", na Flip Imagem: Leticia Moreira/Folhapress

De Budapeste

14/07/2016 16h37

O escritor húngaro Péter Esterházy, o maior expoente do pós-modernismo literário da Hungria e um dos mais importantes autores da Europa, morreu nesta quinta-feira aos 66 anos, informou a editora húngara Magvetö.

"A família e a editora informam com grande dor que Péter Esterházy faleceu na tarde do dia 14 de julho de 2016", explica o breve comunicado que a empresa publicou em seu site e no Facebook.

Nascido em Budapeste, em 14 de abril de 1950, em uma das famílias aristocratas mais importantes da Hungria, Esterházy se dedicou plenamente à literatura desde 1978, após estudar matemática na Universidade Elte, na capital húngara, e se tornou em um dos escritores húngaros mais conhecidos no mundo.

Sua obra foi traduzida para mais de 20 idiomas, incluindo o português, e reconhecida com vários prêmios, como o Ordre des Arts et des Lettres, da França, o Prêmio Herder, da Alemanha e o Prêmio Kossuth, da Hungria.

A linguagem do autor de "Uma Mulher" se caracteriza pelo jogo linguístico, a intertextualidade e textos compostos como um mosaico. No romance "Harmonias Celestiais" (2000), por exemplo, narrou a história de sua família, antes de descobrir que seu pai foi delator durante o regime comunista. Por isso, publicou depois a "Versão Corrigida" (2002).

Em 2011, Esterházy esteve na Festa Literária Internacional de Paraty (Flip) para apresentar "Os Verbos Auxiliares do Coração".

Em 2015, o escritor de "Nenhuma Arte" (2008) admitiu, em entrevista, que sofria de câncer de pâncreas descoberto seis meses antes e suas duas últimas obras estão relacionadas com à doença. O escritor era membro da Academia Europeia de Ciências, Artes e Letras, da Academia de Arte de Berlim e da Academia de Ciências da Hungria.

Para Estarházy, "a arte é luz que provém do mundo, isto é, do leitor", disse em 2010, em entrevista à Efe em Madri.

ID: {{comments.info.id}}
URL: {{comments.info.url}}

Ocorreu um erro ao carregar os comentários.

Por favor, tente novamente mais tarde.

{{comments.total}} Comentário

{{comments.total}} Comentários

Seja o primeiro a comentar

{{subtitle}}

Essa discussão está encerrada

Não é possivel enviar novos comentários.

{{ user.alternativeText }}
Avaliar:
 

* Ao comentar você concorda com os termos de uso. Os comentários não representam a opinião do portal, a responsabilidade é do autor da mensagem. Leia os termos de uso

Escolha do editor

{{ user.alternativeText }}
Escolha do editor

Facebook Messenger

Receba as principais notícias do dia. É de graça!

Página Cinco
Entretenimento
AFP
Da Redação
Página Cinco
EFE
do UOL
Página Cinco
Página Cinco
Da Redação
Página Cinco
Da Redação
Da Redação
Página Cinco
Página Cinco
UOL Jogos
Página Cinco
Página Cinco
Da Redação
Página Cinco
Página Cinco
Da Redação
Página Cinco
Página Cinco
UOL Jogos
Da Redação
do UOL
Página Cinco
UOL Entretenimento - Imagens
Página Cinco
EFE
Página Cinco
Blog do Barcinski
Página Cinco
UOL Jogos
Página Cinco
do UOL
Página Cinco
do UOL
Da Redação
Página Cinco
AFP
do UOL
Página Cinco
Da Redação
EFE
Página Cinco
Da Redação
Blog do Barcinski
Página Cinco
Reuters
Topo