Topo

Entretenimento

Dois projetos brasileiras levam Prêmio FRIDA 2016

26/06/2016 13h17

Montevidéu, 26 jun (EFE).- O Fundo Regional para a Inovação Digital na América Latina e no Caribe (Frida) outorgou US$ 235 mil a 10 projetos da região vinculados às tecnologias de informação (conhecidas como TIC) e selecionados de entre 551 propostas chegadas de 23 países.

Os ganhadores da convocação 2016 do Frida para financiar propostas desse tipo procedem da Argentina, Brasil, Colômbia, Guatemala, México e Trinidad e Tobago.

Por um lado, foram atribuídos dois Prêmios FRIDA reconhecendo iniciativas e práticas inovadoras que contribuíram ao desenvolvimento social e econômico da região.

Além disso, foram repartidos US$ 145 mil em apoio financeiro a seis iniciativas (entre US$ 20 mil e US$ 30 mil cada uma) da seção de subsídios.

As propostas brasileiras premiadas foram "Rádio Amazônica Digital usando alta frequência" da Universidade Estatal de São Paulo (UNESP) e "Proteção de TOR contra o tráfego Malicioso" da Universidade Estatal de Campinas (Brasil).

O objetivo, segundo a organização, é potencializar esses "empreendimentos sociais e ganhar escala replicando soluções tecnológicas bem-sucedidas".

O Frida é uma iniciativa do registro Regional de internet para a América Latina e o Caribe (LACNIC) -cuja sede está em Montevidéu- e conta com o apoio do Centro de Pesquisa de Desenvolvimento Internacional da Cooperação Canadense (IDRC) e da Internet Society. EFE

jrv/ff

Facebook Messenger

Receba as principais notícias do dia. É de graça!

Mais Entretenimento