Entretenimento

A uma semana do início do julgamento, morre ex-guarda de Auschwitz

07/04/2016 15h46

Berlim, 7 abr (EFE).- Um antigo guarda do campo de extermínio nazista de Auschwitz, na Polônia, que seria julgado semana que vem na Alemanha foi encontrado morto em casa, informou o Tribunal de Hanau nesta quinta-feira.

As primeiras investigações, de acordo com a imprensa alemã, indicam que o homem, de 93 anos, morreu de forma natural há dois dias, já que não existem indícios de violência nem provas que apontem a um possível suicídio. O julgamento por cumplicidade em 1.075 assassinatos aconteceria na próxima quarta-feira.

O guarda era acusado pela Procuradoria de Frankfurt de ter participado dos crimes nazistas em Auschwitz durante a Segunda Guerra Mundial quando tinha entre 19 e 20 anos. O Tribunal de Hanau considerava que o réu estava em plena posse de suas faculdades para enfrentar o julgamento, embora tivesse determinado que cada audiência não ultrapassasse quatro horas.

Três familiares de vítimas de Auschwitz tinham apresentado acusações particulares contra o o homem.

ID: {{comments.info.id}}
URL: {{comments.info.url}}

Ocorreu um erro ao carregar os comentários.

Por favor, tente novamente mais tarde.

{{comments.total}} Comentário

{{comments.total}} Comentários

Seja o primeiro a comentar

{{subtitle}}

Essa discussão está encerrada

Não é possivel enviar novos comentários.

{{ user.alternativeText }}
Avaliar:
 

* Ao comentar você concorda com os termos de uso. Os comentários não representam a opinião do portal, a responsabilidade é do autor da mensagem. Leia os termos de uso

Escolha do editor

{{ user.alternativeText }}
Escolha do editor

Facebook Messenger

Receba seu horóscopo diário do UOL. É grátis!

Mais Entretenimento

Topo