Entretenimento

Unidos outra vez, Axl Rose e Slash comandam esperado retorno do Guns N' Roses

06/04/2016 20h40

David Villafranca.

Los Angeles (EUA), 6 abr (EFE).- O que era apenas uma esperança dos fãs se tornou uma realidade: o Guns N' Roses, um dos grupos de rock mais famosos da história, voltará à estrada com Axl Rose e Slash mais uma vez unidos à frente da "banda mais perigosa do mundo".

Com seus shows em Las Vegas neste próximo fim de semana, começará a esperadíssima turnê do grupo, imprevisível e muito polêmico, mas que com músicas como "Sweet Child of Mine" e "Welcome to the Jungle", cativou os amantes do rock, muitos deles que sequer tiveram a oportunidade de ver seus ídolos juntos ao vivo.

Com Axl e Slash unidos em um palco pela primeira vez desde 1993, o Guns N' Roses fará dois shows em Las Vegas (8 e 9 de abril), depois se apresentará no festival de música de Coachella, na Califórnia (16 e 23 de abril), além de mais duas apresentações na Cidade do México (19 e 20 de abril).

A volta será algo mais do que uma lembrança, já que a banda confirmou nesta semana que fará uma turnê por 20 cidades da América do Norte, batizada de forma irônica como "Not in this lifetime tour" ("A turnê do não nesta vida").

O nome brinca com as muitas das ocasiões nas quais se especulou sobre uma possível reconciliação dos integrantes do grupo. Por isso, além do histórico show do The Rolling Stones em Cuba, a turnê do Guns N' Roses figura como o grande evento do rock do ano.

Fundada em 1985 em Los Angeles, a formação clássica do Guns N' Roses tinha Axl Rose, Slash, o baixista Duff McKagan, o guitarrista Izzy Stradlin e o baterista Steven Adler. Só os três primeiros, porém, estão confirmados para a nova turnê.

O disco de estreia do grupo "Appetite for Destruction", de 1987, fez um sucesso arrasador, e o Guns N'Roses passou, muito rapidamente, das pequenas casas de shows da Sunset Strip de Los Angeles aos shows em grandes estádios de todo mundo.

Além do fenomenal sucesso, o grupo ganhou notoriedade por suas frequentes brigas e escândalos de todos os tipos. Por esse motivo, ganhou o apelido de "banda mais perigosa do mundo".

Problemas com a polícia, choques de ego, vício em drogas, shows interrompidos pela metade e a constante troca de integrantes marcaram o grupo, que poderia ter tido uma carreira mais longa.

O disco duplo "Use Your Illusion" (1991) e o álbum "The Spaghetti Incident?" (1993) precederam a saída de Slash e outros músicos, deixando Axl sozinho à frente do Guns N' Roses.

Como aperitivo especial e muito exclusivo de seu retorno aos palcos, o grupo fez no último dia 1º de abril um show surpresa histórico no Troubadour, em Los Angeles.

Os ingressos, que tiveram um preço simbólico de US$ 10, acabaram em questão de minutos. Apesar de haver uma estrita proibição de gravar ou tirar fotos com telefones celulares, alguns dos sortudos presentes divulgaram partes do show na internet.

A expectativa da volta é grande e os fãs de todo mundo estão ansiosos pela turnê, na qual, de acordo com a "Billboard", o Guns N'Roses pediu US$ 3 milhões por show.

ID: {{comments.info.id}}
URL: {{comments.info.url}}

Ocorreu um erro ao carregar os comentários.

Por favor, tente novamente mais tarde.

{{comments.total}} Comentário

{{comments.total}} Comentários

Seja o primeiro a comentar

{{subtitle}}

Essa discussão está encerrada

Não é possivel enviar novos comentários.

{{ user.alternativeText }}
Avaliar:
 

* Ao comentar você concorda com os termos de uso. Os comentários não representam a opinião do portal, a responsabilidade é do autor da mensagem. Leia os termos de uso

Escolha do editor

{{ user.alternativeText }}
Escolha do editor

Facebook Messenger

Receba seu horóscopo diário do UOL. É grátis!

Mais Entretenimento

Topo