Topo

Entretenimento

Tumba de Tutancâmon será analisada para confirmar se abriga câmaras ocultas

31/03/2016 12h00

Luxor (Egito), 31 mar (EFE).- As autoridades egípcias realizarão nesta quinta-feira uma nova análise com radar da tumba de Tutancâmon para confirmar "100%" se esconde câmaras ocultas, como disse à Agência Efe o chefe do departamento de Antiguidades da cidade de Luxor, onde fica o sepulcro do faraó.

Mustafa Waziri explicou que uma equipe de especialistas do Ministério de Antiguidades, egiptólogos e técnicos, inspecionarão a tumba para comprovar o que se esconde atrás das paredes norte e oeste da câmara funerária.

Segundo apontaram estudos realizados por uma equipe japonesa em novembro liderada pelo especialista Hirokatsu Watanabe, por trás das paredes da tumba onde descansam os restos do faraó poderia haver dois recintos ou buracos.

Waziri afirmou que a análise de hoje é mais precisa e mostrará a grossura dos muros, assim como os metros quadrados dos espaços que foram detectados pelos especialistas japoneses.

O responsável explicou que os resultados desse primeiro escaneamento "são bons, mas não suficientes", por isso que segundo ele, é preciso comprová-los "porque é uma questão muito delicada".

"Temos que estar seguros 100% antes de anunciar os resultados, temos que ter muito cuidado porque estamos falando de Tutancâmon", reforçou.

O ministro egípcio de Antiguidades, Khaled al Anany, deve anunciar amanhã os resultados desta nova análise e espera-se que confirme a existência dessas câmaras, sobre as quais seu antecessor no cargo, Mamduh al Damati, se mostrou convencido 90%.

O recém-nomeado titular visita hoje os monumentos e lugares arqueológicos de Luxor uma semana após assumir o cargo, e estará presente no escaneamento da tumba do "faraó", que começará às 17h local (12h, em Brasília).

Mesmo assim, Waziri não descartou que amanhã as autoridades não disponham ainda de resultados conclusivos e que seja necessário realizar mais análises nos próximos dias e semanas.

Ao mesmo tempo, o arqueólogo chefe da cidade monumental de Luxor se mostrou esperançoso em torno da possibilidade de que haja algo a mais na tumba de Tutancâmon, além disso do sarcófago e tesouro descobertos em 1922 pelo britânico Howard Carter.

"Nunca foi descoberto nada com um radar em arqueologia, sempre os descobrimentos se basearam em evidências e esta seria a primeira vez, por isso é de suma importância", acrescentou Waziri.

Além disso, Waziri apoiou a hipótese do egiptólogo britânico Nicholas Revees, que acredita que por trás do muro norte da tumba de Tutancâmon há uma câmara funerária na qual estaria enterrada sua madrasta, a rainha Nefertiti.

ID: {{comments.info.id}}
URL: {{comments.info.url}}

Ocorreu um erro ao carregar os comentários.

Por favor, tente novamente mais tarde.

{{comments.total}} Comentário

{{comments.total}} Comentários

Seja o primeiro a comentar

{{subtitle}}

Essa discussão está encerrada

Não é possivel enviar novos comentários.

{{user.alternativeText}}
Avaliar:
 

* Ao comentar você concorda com os termos de uso. Os comentários não representam a opinião do portal, a responsabilidade é do autor da mensagem. Leia os termos de uso

Escolha do editor

{{ user.alternativeText }}
Escolha do editor

Facebook Messenger

Receba as principais notícias do dia. É de graça!

Mais Entretenimento